• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Saúde »

Equipes de Atenção Básica no DF são premiadas pelo Ministério da Saúde

Serão destinados, a partir deste ano, cerca de R$ 111 mil em recursos federais

Da redação - Redação Publicação:30/11/2012 16:40Atualização:30/11/2012 16:48
Com Agência Brasília

 (Moacyr Lopes Junior/Folha Imagem)
As Equipes de Atenção Básica (EABs) do Distrito Federal, que integram o Saúde Mais Perto de Você, foram premiadas pelo Ministério da Saúde devido ao alto padrão no atendimento primário à população. Por isso, serão destinados, a partir deste ano, ao DF cerca de R$ 111 mil em recursos federais para utilização na melhoria dos serviços, que pode incluir desde a compra de mais medicamentos até o reforço na infraestrutura.

A avaliação foi feita em 25 equipes do DF que compõem o Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB). Cada uma delas é responsável pelo atendimento primário de uma área definida no DF, que varia entre 3 mil e 3,5 mil habitantes. Os serviços abrangem desde o acompanhamento pré-natal até os casos crônicos de hipertensão e diabetes, inclusive com atendimento na residência dos pacientes.

Servidores do Ministério da Saúde ouviram, pessoalmente, a opinião dos pacientes sobre o atendimento prestado pelas Equipes de Atenção Básica. No Distrito Federal, 105 pessoas participaram da avaliação. Equipes bem avaliadas em indicadores como atendimento pré-natal, acompanhamento de doentes crônicos, tempo de espera por consulta e atenção adequada à saúde do idoso, entre outros, poderão receber até R$ 11 mil por mês. Atualmente, cada equipe recebe do governo federal entre R$ 7,1 mil e R$ 10,6 mil mensais.

Atendimento

Atualmente, em regiões administrativas como a Estrutural, a cobertura do atendimento das EABs já atingiu 100%. Recanto das Emas está com 52% da população atendida, e Samambaia possui cobertura de cerca de 40%. Outras cidades, como Gama, Planaltina, Sobradinho e São Sebastião também são beneficiadas.

Para aumentar o atendimento primário no Distrito Federal, 25 Unidades Básicas de Saúde (UBS) estão em construção. Outras 13 serão ampliadas, e uma, reformada. Atualmente, o DF possui 155 unidades em funcionamento, entre postos e centros de saúde.

As UBS oferecem atendimento multiprofissional, além de desenvolverem ações de prevenção e promoção de saúde. A unidade é considerada o serviço de saúde mais próximo da vida das pessoas e a principal porta de acesso ao SUS. Cerca de 85% dos problemas de saúde podem ser resolvidos na UBS.
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 57 | Setembro de 2017