• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Economia »

Ceia de Natal mais salgada

Preços dos principais ingredientes da noite natalina, segundo FGV, estão em média 18,6% mais caros

Vitor Abdala - Agência Brasil - Redação Publicação:03/12/2012 16:04Atualização:03/12/2012 17:33
Comer bem no Natal deste ano custará mais caro aos brasileiros (Reprodução)
Comer bem no Natal deste ano custará mais caro aos brasileiros
A ceia de Natal vai custar, em média, 18,6% a mais neste ano do que no ano passado. O levantamento feito pela Fundação Getulio Vargas (FGV) mostra que a inflação dos produtos usados na ceia é três vezes maior do que a registrada na média acumulada pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) no período de dezembro de 2011 a novembro de 2012, que foi de 5,77%.

Entre os itens que apresentaram maior aumento de preço estão o arroz (33,49%), a cebola (48,37%), a batata inglesa (51,82%) e as frutas como mamão papaya (66,88%), manga (26,17%), abacaxi (23,52%) e maçã (22,13%).

Outros produtos também subiram acima da inflação, como a azeitona em conserva (11,79%), o frango (10,45%), os pães e biscoitos (8,55%) e o bacalhau (5,96%).

Alguns itens, no entanto, tiveram aumento de preços menos intenso do que o registrado pelo IPC: azeite (3,48%), lombo suíno (2,84%) e vinho (1,61%). O pernil suíno foi o único produto pesquisado pela FGV que teve queda de preço – de 1,26% – entre 2011 e 2012.
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 58 | outubro de 2017