• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Meio Ambiente »

Parque do Cortado será revitalizado

Governo vai investir R$ 5 milhões nas obras de infraestrutura de recebimento aos usuários do parque

Agência Brasil - Redação Publicação:17/12/2012 10:53Atualização:17/12/2012 10:56
Agnelo Queiroz assina o projeto de revitalização que prevê equipamentos de ginástica, trilhas, playground etc. (Roberto Barroso/Agência Brasil/Divulgação)
Agnelo Queiroz assina o projeto de revitalização que prevê equipamentos de ginástica, trilhas, playground etc.
O Parque Ecológico do Cortado, localizado em Taguatinga, passará por reformas e melhorias em sua infraestrutura. O governador Agnelo Queiroz, acompanhado da primeira-dama, Ilza Queiroz, lançou, neste sábado (15), o início das obras de revitalização do espaço, por meio do programa Brasília, Cidade Parque, do GDF. "Para preservar a qualidade de vida da cidade e para que as famílias usem esse espaço, serão investidos R$ 5 milhões em benfeitorias", afirmou o governador. A expectativa é que até julho de 2013 a primeira etapa da revitalização esteja concluída.

Serão instalados equipamentos de ginástica, Pontos de Encontro Comunitário (PECs), playground, trilhas e a sede da administração será reformada. Também serão construídos um bicicletário, vestiários, banheiros, duchas, estacionamentos e uma passarela suspensa para realização de visitas ecológicas com vista panorâmica do parque.

O investimento nas obras no Parque do Cortado será realizado por meio de Parceria Público-Privada (PPP) entre a MRV Engenharia, Prime Incorporações e Construções e a Secretaria de Obras e a Companhia de Planejamento da Nova Capital (Novacap). "São parcerias que também envolvem compensação ambiental, feitas para garantir recursos e recuperar esses espaços de conservação", destacou o governador.

Parques – Com essa iniciativa, o Cortado, em Taguatinga, torna-se o 26º parque do Distrito Federal em processo de revitalização ou ampliação. Algumas unidades já foram inauguradas, como o Parque de Uso Múltiplo na Asa Sul, e outras estão em planejamento.

"Ao final de 2014, nossa meta é que os 72 parques do DF estejam revitalizados. Queremos mostrar que uma cidade verde é capaz de atrair investimentos, e que a qualidade de vida será uma virtude para alcançar o desenvolvimento", afirmou Agnelo Queiroz.

O secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Eduardo Brandão, lembrou que os parques estão recebendo projetos que alinham sustentabilidade e modernidade, para que atraiam mais pessoas. "Queremos incentivar a convivência harmoniosa da população com a área verde. Pela sua localidade, o Cortado favorece toda a comunidade. Tem quedas d'água, nascentes e uma rica fauna e flora", afirmou o secretário.
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 58 | outubro de 2017