• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Turismo »

Arte e arquitetura são atrações de Brasília

Série de atrações, principalmente de arquitetura, lazer, entretenimento, religiosidade e esporte, são ótimas opções para turistas e brasilienses aproveitarem o que a capital do país tem de melhor

Agência Brasília - Redação Publicação:07/01/2013 11:59
 (Pedro Ventura/Agência Brasília/Divulgação)
Os monumentos de Brasília são únicos e dispostos de maneira a formar um museu a céu aberto. No interior dos prédios, obras de artistas renomados podem ser visitadas, em horários específicos, sem nenhum custo. No Palácio do Itamaraty, Sérgio Camargo, Rubem Valentim, Alfredo Volpi e Bruno Giorgi assinam telas e esculturas famosas. A poucos metros, no Palácio do Planalto, algumas peças foram criadas exclusivamente para o local, como a tapeçaria Músicos, de Di Cavalcanti, que recebeu a incumbência do arquiteto Oscar Niemeyer, autor do projeto do prédio. O prédio possui, também, um rico mobiliário, porcelanas da Companhia das Índias e prataria portuguesa do Século XVIII.

Assim como o Executivo, as sedes do Legislativo e do Judiciário também abrem as portas para o cidadão. No Congresso Nacional, há o projeto Visite o Senado, que recebeu, em 2012, mais de 180 mil pessoas. A versão do Supremo Tribunal Federal se chama Portas Abertas do STF e recebe cerca de 400 visitantes por dia. A oportunidade é para conhecer de perto como funcionam os prédios onde são adotadas as mais importantes decisões do país. Do lado de fora, a Praça dos Três Poderes proporciona uma visão privilegiada das instalações da República.

Acima da Esplanada dos Ministérios, a Catedral Metropolitana de Brasília, a Torre de TV, o Memorial JK e o Complexo Cultural da República completam a arquitetura histórica e cultural do Eixo Monumental.

Parques - Um dos pontos mais movimentados nesta época é o Parque da Cidade Sarah Kubitscheck. Com cerca de 4,2 milhões de m², é considerado um dos maiores parques urbanos do mundo. As atrações vão de práticas de esportes - como capoeira, vôlei, ioga e musculação – a um agradável piquenique na imensa área verde.

Ao todo, o DF conta com 68 parques oficializados por decreto, alguns tradicionais e outros em processo de criação. Características como essa, aliadas à prática de esportes e ao planejamento urbano eficiente, atribuíram à cidade o título de capital da qualidade de vida por várias vezes consecutivas.

No âmbito dos esportes, a cidade abriga a maior pista de arvorismo do Centro-Oeste, a 370 metros de altura. O Lago Paranoá também é um bom lugar para desenvolver habilidades. A novidade é a prática de Stand Up Paddle (SUP), que tem atraído esportistas profissionais para a capital brasileira. Ao passar uma tarde na Orla do Lago também, é possível acompanhar inúmeros adeptos de canoagem, windsurf, remo, esqui náutico e iatismo.

Mais de 800 templos religiosos também podem ser visitados na capital federal. Na cidade, são respeitadas as mais variadas manifestações de fé e espiritualidade. Um dos destaques é o Templo da Boa Vontade, sede do ecumenismo na América Latina.
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 55 | Julho de 2017