• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Saúde »

Academias investem em exercícios para gestantes

Atividades ajudam a não ganhar peso em excesso, enrijecem a musculatura, controlam a ansiedade e ainda colaboram para um melhor trabalho de parto e a recuperação da mãe

Da redação com Assessorias - Redação Publicação:07/01/2013 15:18Atualização:07/01/2013 15:55
 (Divulgação)

Praticar atividades físicas durante a maternidade, além de melhorar o condicionamento físico e a condição circulatória e hormonal, prepara o corpo da mãe para abrigar o bebê, influenciando positivamente no seu bem-estar. Aproveitando o verão, período de maior movimento nas academias de ginástica, os estabelecimentos do ramo têm investido para atrair um novo público: as futuras mamães.

Várias atividades foram adaptadas para as gestantes como hidroginástica, natação, ginástica localizada, musculação, alongamento e Yoga. A especialista Ana Flávia Rangel, da academia Unique, explica que as atividades devem ser realizadas de forma cautelosa, controlando a intensidade para que as gestantes não corram nenhum risco. “Preocupamo-nos em oferecer um trabalho específico, controlando o peso e evitando patologias como: diabetes gestacional e pressão alta, além de proporcionar o prazer de treinar durante a gravidez, desde que todas tenham a autorização do obstetra”, afirma.

A prática de exercícios auxilia na postura da gestante (compensação dos desvios posturais originados pelo período gestacional), alongando e fortalecendo a musculatura solicitada durante esta fase, evitando assim as dores nas costas e tensões musculares. “É importante tomar alguns cuidados para que as mamães não exagerem durante o esforço físico, como cargas elevadas, pois a frequência cardíaca tem que ser controlada para que não fiquem demasiadamente cansadas. Isso pode atrapalhar a oxigenação do feto. Dessa maneira, conseguimos realizar atividades seguras e eficientes”, alerta.

Cuidados especiais


A rotina de exercícios deve ser programada de acordo com o período da gestão e também para a recuperação no pós-parto. Segundo a especialista, a primeira etapa de exercícios durante a gravidez deve focar o fortalecimento do assoalho pélvico e preparação para o parto.

A segunda etapa vem logo após o nascimento do bebê - um mês após o parto, a mãe volta a participar das atividades através das fases do pós-parto e os Primeiros Passos (atividades para os bebês recém-nascidos onde são desenvolvidas as primeiras respostas motoras e cognitivas. A participação das mamães é obrigatória e os primeiros laços de afetividade são criados. As atividades envolvem aulas de Musicalização, Natação e Psicomotricidade).

Quando os bebês completam três meses, já podem praticar as atividades ao lado das mamães. “São realizados exercícios na água e no solo. Temos aula de música, pscicomotricidade e natação. Nosso objetivo é estimular a parte cognitiva, motora e sensorial do bebê, além de incentivar a sociabilização pelo convívio com outras crianças”, completa Ana Flávia Rangel.
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 55 | Julho de 2017