• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Tecnologia »

Todo cuidado é pouco

Todo mundo usa o programa Java (celular, PC, carro, MP3 player etc.), mas é preciso cuidado quando ele está associado a dados pessoais

Leyberson Pedrosa - Portal EBC - Redação Publicação:16/01/2013 16:48
 (Reprodução)
O software Java virou tema de polêmica na semana passada após o Departamento de Segurança dos Estados Unidos alertar para falhas no programa que o deixam vulnerável a ataques de criminosos virtuais. De acordo com o órgão norte-americano, o programa pode tornar computadores pessoais alvos de aplicativos maliciosos que poderiam roubar números de cartão de crédito, senhas e outros dados sigilosos.

O Java é bastante popular por ser utilizado por desenvolvdedores para criar plugins, sites e jogos. Segundo a Oracle, responsável pelo software, pelo menos 850 milhões de computadores pessoais usam o programa - sem contar outros dispositivos como telefones celulares e aparelhos mais modernos de televisão. A empresa também não comentou o assunto e o Departamento de Justiça sugeriu que os usuários não utilizem o software a não ser em casos indispensáveis.

Para quem precisa usar a internet para realizar compras ou navegar em contas de banco, selecionamos 10 dicas produzidas pelo Cert.br (Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil)  que podem minimizar riscos durante a operação:

1 - Certifique-se da procedência do site e da utilização de conexões seguras ao realizar transações bancárias via Web;

2 - Somente acesse sites de instituições bancárias digitando o endereço diretamente no navegador Web, nunca clicando em um link existente em uma página ou em uma mensagem;

3 - Não utilize um site de busca para acessar o site do seu banco (não há necessidade disto, já que URLs deste tipo são, geralmente, bastante conhecidas);

4 - Ao acessar seu banco, forneça apenas uma posição do seu cartão de segurança (desconfie caso, em um mesmo acesso, seja solicitada mais de uma posição);

5 - Não forneça senhas ou dados pessoais a terceiros, especialmente por telefone;

6 - Desconsidere mensagens de instituições bancárias com as quais você não tenha relação, principalmente aquelas que solicitem dados pessoais ou a instalação de módulos de segurança;

7 - Sempre que ficar em dúvida, entre em contato com a central de relacionamento do seu banco ou diretamente com o seu gerente;

8 - Não realize transações bancárias por meio de computadores de terceiros ou redes Wi-Fi públicas;

9 - Verifique periodicamente o extrato da sua conta bancária e do seu cartão de crédito e, caso detecte algum lançamento suspeito, entre em contato imediatamente com o seu banco ou com a operadora do seu cartão;

10 - Antes de instalar um módulo de segurança, de qualquer Internet Banking, certifique-se de que o autor módulo é realmente a instituição em questão
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 57 | Setembro de 2017