• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Cidades »

Início da duplicação da Ponte do Bragueto está previsto para daqui a 90 dias

A obra integra conjunto de soluções para o tráfego na Saída Norte de Brasília e beneficiará 80 mil veículos/dia. Custo estimado é de R$ 100 milhões

Agência Brasília - Redação Publicação:21/01/2013 14:19Atualização:21/01/2013 14:22
 (Lula Lopes)
Motoristas que trafegam pela Saída Norte de Brasília serão beneficiados com a total readequação viária da região. O Governo do Distrito Federal (GDF) vai refazer todo o conjunto de acessos, do final da Asa Norte à Ponte do Bragueto, que também será duplicada. A restauração faz parte de um projeto maior, chamado Trevo de Triagem Norte, e está prevista para começar em 90 dias, quando a licitação for concluída.

"Agora, o processo licitatório está na fase de pré-qualificação, ou seja, de identificação das empresas que têm condições de apresentar o preço. A expectativa é que a gente consiga concluir tudo e começar as obras entre o fim de abril e o início de maio", avalia o diretor-geral do Departamento de Estradas e Rodagem (DER), Fauzi Nacfur Júnior.

O tempo estimado para execução de todas as etapas da duplicação é de dois anos. As obras vão beneficiar, de imediato, cerca de 80 mil motoristas que trafegam pelo local todos os dias, nos dois sentidos. Apesar da complexidade do projeto, as interferências no trânsito serão minimizadas. Antes da reforma da Ponte do Bragueto, está prevista a construção de duas novas pontes, com três faixas de rolamento cada, paralelas à atual, além de oito viadutos e novos acessos para os carros.

Serão investidos cerca de R$ 100 milhões no total, com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES). Com as obras, todo o trecho que fica entre a altura das quadras 116/216 Norte e a saída do Plano Piloto será alterada. Veículos com destino ao Lago Norte e à região de Sobradinho terão, por exemplo, a opção de acessar vias exclusivas, a partir da L4 Norte ou do Eixão. A mudança eliminará diversos pontos de retenção, segundo a Secretaria de Transportes.
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 55 | Julho de 2017