• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Educação »

Mercadante quer 100% dos recursos do pré-sal

O ministro quer que 100% dos royalties do petróleo sejam destinados à educação

Da redação com Ministério da Educação - Redação Publicação:22/01/2013 11:53Atualização:22/01/2013 12:36
 (José Cruz/ABr/Divulgação)
Em meio ao momento em que vivemos, em que as discussões sobre os royalties do petróleo dominam o ambiente político, o ministro da Educação Aloizio Mercadante disse, em Recife, que o investimento de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) para a educação, previsto pelo Plano Nacional de Educação para os próximos dez anos, deve estar atrelado à luta pelos 100% dos royalties do petróleo para a educação.

Mercadante fez referência à medida provisória que destina à educação 100% dos royalties das futuras concessões de petróleo e gás. Também à educação serão destinados 50% dos rendimentos do Fundo Social, integrado pelos recursos do pré-sal.

Segundo o ministro, os royalties são a única fonte de financiamento realista para viabilizar o investimento de 10% do PIB na educação. Em previsão feita pelo governo federal, caso os royalties do petróleo sejam vinculados à educação, já em 2013 renderia R$ 16 bilhões para o setor. “Teríamos um fluxo de investimento fantástico”, disse Mercadante.

Atualmente, União, estados e municípios aplicam, juntos, 5,3% do produto interno bruto (PIB) em educação, por ano. Pela Constituição, a União é obrigada a aplicar ao menos 18% de suas receitas; estados e municípios, 25%. A MP prevê que os recursos dos royalties para educação serão adicionais aos mínimos exigidos por lei.
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 55 | Julho de 2017