• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Memória »

Correios completam 350 anos

ECT comemora com museu itinerante que traz histórias de pessoas comuns

Agência Brasil - Redação Publicação:28/01/2013 15:18
 (Valter Campanato/ABr/Divulgação)
 Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) comemora 350 anos e, brasilienses que passaram pelo prédio sede terão suas histórias como parte do acervo do Museu que Anda, ação que integra o projeto Museu da Pessoa.

O Museu da Pessoa é uma rede internacional de histórias de vida. Há 20 anos o projeto passa pelo Brasil coletando depoimentos de pessoas que contribuíram para a história dos Correios.

Segundo a coordenadora do projeto, Rosana Miziara, o Museu da Pessoa foi convidado para contribuir e para contar a história dos 350 anos da empresa, "na voz de todos os brasileiros que fizeram essa história”. Rosana destacou que os Correios têm a história dos seus funcionários, além de estar presente na vida de todos os brasileiros.

Carlos Daniel de Souza de 44 anos, trabalha como analista de sistemas nos Correios há pouco mais de quatro anos. “Quando fui convocado, os Correios me mandaram um telegrama muito emocionante, eu não estava esperando. Por ser dos Correios, ficou mais emocionante ainda, porque era uma convocação para trabalhar na empresa”.

Nos primeiros dias de trabalho, Carlos Daniel disse que participou de curso de boas-vindas e que, no último dia viveu a a experiência de trabalhar como carteiro. Ele recebeu um uniforme e saiu acompanhado por um carteiro. “Em vez de o carteiro fazer a entrega das cartas e das encomendas, quem faz isso é o novo empregado”, lembrou o analista de sistema.

Segundo ele, a experiência o ajudou a conhecer melhor o trabalho da empresa da qual faz parte. “Foi uma experiência muito gratificante, pois pude ver a fisionomia das pessoas quando estão recebendo a encomenda. Eles agradecem, sorriem, e a gente percebe o quanto é importante a presença dos Correios na vida de todos os brasileiros".
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 58 | outubro de 2017