• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Copa 2014 »

Atenção dos ingleses se volta para o Brasil

País que inventou o futebol volta suas atenções para a próxima edição da Copa do Mundo de futebol e conhece mais detalhes das cidades-sede do evento, além de vários outros destinos turísticos brasileiros

Da redação com Assessorias - Redação Publicação:13/03/2013 14:20Atualização:13/03/2013 14:30

Londres. Um dos pontos turísticos mais conhecidos da Inglaterra, o  Big Ben (Flávia Maia/CB/DA Press)
Londres. Um dos pontos turísticos mais
conhecidos da Inglaterra, o Big Ben
A 10 ª edição do evento da Embratur para divulgar os destinos brasileiros em 14 países, foi recebida, nesta terça-feira, na cidade de Londres, com entusiasmo pelos ingleses. Cerca de 150 profissionais de turismo e da imprensa estrangeira aprenderam mais sobre os destinos brasileiros. Estimulados pelos grandes eventos esportivos que o país sediará nos próximos anos, os convidados se mostraram atentos e interessados em entender mais sobre o que o Brasil tem a oferecer.


"Queremos usar a Copa do Mundo FIFA 2014 como uma oportunidade de revelar a diversidade do Brasil enquanto destino turístico, com especial enfoque a Curitiba, que vai sediar quatro jogos do Mundial e é a cidade-anfitriã desta edição", disse Marco Lomanto, diretor de Produtos e Destinos da Embratur.

A programação teve início as 10h da manhã, com uma coletiva de imprensa, com a participação de 14 jornalistas de alguns dos principais veículos da mídia britânica e os veículos mais importantes do trade turístico. O encontro teve a presença de Marco Lomanto, diretor de Produtos e Destinos da Embratur, Luíza Rangel, chefe de gabinete do Ministério do Esporte, Rodrigo Azeredo, ministro conselheiro da Embaixada do Brasil em Londres, Sérgio Póvoa Pires, presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba, Jackson Pitombo, secretário de Turismo do Estado do Paraná e Mário Celso Cunha, secretário da Secretaria Especial da Copa do Paraná.


"O Brasil está se preparando para os próximos eventos esportivos, com investimento em vários setores incluindo transportes, estádios, hotéis. O valor total em infraestrutura para a Copa irá chegar a R$ 33 bilhões, incluindo investimentos públicos e privados. Esperamos receber 600 mil visitantes internacionais", disse o diretor.

"Nosso país se encontra num contexto favorável e tem sido um grande protagonista no cenário mundial. Queremos mais que encanta-los, mas surpreendê-los, mostrando aos turistas um Brasil novo e moderno", conta Luíza Rangel.


Sobre Curitiba, Mário Celso Cunha falou da importância da capacitação de profissionais para bem receber os turistas. "Estamos preparando uma grande Copa. Teremos 30 mil trabalhadores formados em cursos como de inglês, por exemplo, e a rede hoteleira do Paraná também se prepara com 60 mil leitos disponíveis", enfatiza o secretário.

"Nosso objetivo é trazer a vocês informações atualizadas do Brasil e apresentar à cadeia produtiva internacional a oferta turística brasileira, motivando os profissionais de turismo incremento à comercialização de pacotes turísticos antes, durante e após o Mundial de futebol", completou Lomanto. Além disso, temos a oportunidade de mostrar novos destinos e produtos, que vão muito além do que o olhar estrangeiro está habituado a ver e ouvir.

No "Vivência Brasileira", momento onde os convidados puderam experimentar a cultura e a gastronomia do estado-anfitrião, Paraná levou show do Trio Quintina, que cantou repertório inspirado em vários ritmos brasileiros como o samba, baião, xote, choro, afoxé, frevo, entre outros. Para mostrar a gastronomia regional, o cardápio foi preparado com mini-arroz com camarão, palmito com molho de cachaça, limão e gengibre, barreado, sagu de vinho com creme inglês, quirerinha lapeana com ragú de cracóvia, entre outros. Os pratos foram preparados pelos chefs Celso Freire, Bruno Cabral e Mônica Rangel. A gastronomia regional e brasileira é apresentada aos convidados em parceria com a Associação Brasil à Mesa. O vinho brasileiro também foi apreciado pelos convidados, em parceria com o IBRAVIN (Instituto Brasileiro de Vinho).

O evento contou com uma apresentação geral sobre Brasil, feita pela Embratur, sobre os preparativos do Mundial, conduzida pelo Ministério do Esporte, além de mostra exclusiva do Paraná. Roberto Jaguaribe, embaixador do Brasil em Londres esteve presente no evento e visitou os estandes brasileiros das 12 cidades-sede. Além dele, Robério Silva, secretário geral da OIC (Organização Internacional do Café) e incentivador da promoção do café brasileiro no exterior, também prestigiou o Goal to Brasil.

O próximo Goal to Brasil será, em abril, em Lima, no Peru, e terá como destaque o estado de Mato Grosso e sua cidade-sede Cuiabá. A iniciativa tem parceria com o Ministério do Turismo, Ministério do Esporte, Ministério das Relações Exteriores/Embaixadas Brasileiras, governo dos estados (secretarias municipais e estaduais de Turismo e da Copa das cidades-sede e FIFA).

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 55 | Julho de 2017