• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Nacional »

País avança com ensino técnico, diz Dilma

Agência Brasil - Redação Publicação:12/04/2013 15:01Atualização:12/04/2013 15:33

O professor de eletrônica, Moisés Carneiro da Silva, com alunos durante aula na Escola Técnica de Brasília.  (Antônio Cunha/Esp. CB/D.A Press)
O professor de eletrônica, Moisés Carneiro da Silva, com alunos durante aula na Escola Técnica de Brasília.
 

Ao participar nesta sexta-feira, em Porto Alegre (RS), da formatura de alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), a presidenta Dilma Rousseff disse que a educação e a melhoria da renda da população são os dois caminhos para superar a pobreza no país. A presidenta destacou a educação e o ensino técnico profissionalizante como fundamentais para garantir o desenvolvimento do Brasil. A cerimônia marcou a formatura de 2,2 milhões de alunos do Pronatec do Rio Grande do Sul, estado com maior número de estudantes graduados pelo programa.

“É por meio da formação profissional que esse país vai ser de fato desenvolvido. Precisamos de técnicos que melhorem a qualidade do trabalho, garantam crescimento de qualidade. Temos de assegurar que esse caminho da educação técnica e profissionalizante seja extremamente valorizado pela sociedade como ocorre nos grandes países onde sem trabalhadores tecnicamente formados e especializados, o país não avança. Esse conjunto da população é que sustenta o crescimento econômico de um país”, disse.

A educação infantil também foi citada pela presidenta Dilma. Segundo ela, essa é uma etapa importante para reduzir desde cedo a desigualdade de oportunidades. “Quanto mais pobre for essa criança, mais ela tem que ter acesso a uma educação de qualidade, ter estímulos [para] disputar as oportunidades”, explicou.

De acordo com a presidenta, o governo que abre mão de colocar o cidadão como o centro da atenção deixa de fazer políticas efetivas. "Quem saiu da pobreza extrema quer ter melhor educação, saúde, e isso é algo que o governo federal assume a responsabilidade de fazer junto com vocês. Um governo que se afastar da sociedade, abrir mão de olhar que o centro da preocupação são as pessoas, esse governo perde a condição de fazer políticas com p maiúsculo, política que faz a diferença para a população", disse Dilma.

O Pronatec foi criado pelo governo federal, em 2011, com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica. Na cerimônia, os governos federal e estadual também assinaram a repactuação do Programa Estadual de Erradicação da Pobreza Extrema – RS Mais Igual.

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 57 | Setembro de 2017