• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Comportamento »

As mulheres do mercado de trabalho e sua imagem profissional

Consultora de imagem e comportamento profissional dá dicas para que mulheres que são mães consigam conciliar vida pessoal e profissional sem prejudicar sua imagem

Da redação com Assessorias - Redação Publicação:12/04/2013 18:18Atualização:12/04/2013 18:31

 (SXC)
 

“Tudo muda na vida de uma mulher depois que ela se torna mãe. Ela ganha um novo ‘trabalho’, um novo corpo, novas preocupações e vê muitas horas do seu dia serem ocupadas pelas responsabilidades com o filho”.

A declaração é de Silvana Lages, consultora de Imagem, Postura e Comportamento Profissional. Para ela, a mulher que exerce o papel de profissional (além do de mãe, esposa/namorada e dona de casa) precisa se preocupar com pequenos detalhes para não prejudicar a sua carreira e a sua imagem.

Pensando nisso, Silvana elaborou um guia que ajuda essa mulher a enfrentar os desafios diários e conciliar as atividades de casa e do trabalho sem deixar sua imagem de lado.

Antes das dicas, porém, ela adianta: “não é preciso mudar a sua imagem apenas por você ter se tornado mãe. O importante é ser você mesma, conhecendo seus pontos fortes - e sabendo valorizá-los - e seus pontos fracos - para poder minimizá-los”. Com isso em mente fica muito mais fácil seguir as outras dicas.

Como lidar com as mudanças do corpo


Os primeiros meses pós-parto normalmente são marcados por um sobrepeso que abala a confiança de qualquer mulher. E, segundo a consultora, é essencial que nesse período a mulher compreenda que precisa adequar seu guarda-roupa à atual forma física. “Não dá para continuar usando roupas tamanho 38 se você passou para o manequim 42 com a gravidez. Calças extremamente apertadas e blusas que salientam as gordurinhas causam uma péssima impressão - especialmente em ambientes corporativos”, analisa.


Porém, como destaca a especialista, não é preciso renovar todo o guarda-roupa para resolver esse problema. “Você pode comprar poucas peças adequadas ao seu novo manequim e variar as combinações. Assim, não gasta tanto, veste-se de maneira adequada e mantém uma imagem adequada”, explica a consultora.


Além disso, uma boa opção é investir em roupas de tons neutros e em acessórios que podem mudar um visual e ainda ser utilizados mesmo depois que se voltar à antiga forma. Para ajudar a criar diversas possibilidades, Silvana Lages sugere: “compre menos peças de baixo - como calças e saias - e mais peças de cima - blusa, casaco, etc. -, pois elas proporcionam mais possibilidades de combinações”.

Preocupações da mãe profissional


Na visão de Silvana Lages, três palavras devem orientar as mães que buscam conciliar vida pessoal e profissional de forma saudável. “Praticidade, segurança e equilíbrio são os pilares fundamentais.

Praticidade porque principalmente nos primeiros anos de vida do filho a gente precisa estar correndo o tempo todo atrás deles. Segurança porque é o quesito mais importante a todo tempo. E equilíbrio para garantir que nenhum lado da balança sofra com suas decisões”.

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 58 | outubro de 2017