• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Educação »

Síndico profissional

Cursos de Formação e Qualificação em Gestão de Condomínios têm como meta profissionalizar o trabalho dos síndicos

Da redação com Assessorias - Redação Publicação:23/04/2013 16:21Atualização:23/04/2013 16:27

A formação possibilita atuar em várias mercados como gestor de condomínios residenciais de apartamentos, residenciais de casas, comerciais, consultórios e clínicas, centros de compras etc. (Fábio Cortez/DN/D.A Press)
A formação possibilita atuar em várias mercados como gestor de condomínios residenciais de apartamentos, residenciais de casas, comerciais, consultórios e clínicas, centros de compras etc.
 

O setor imobiliário no Brasil nos últimos anos apresentou grande crescimento, principalmente no Distrito Federal. O acelerado progresso deste mercado culminou no aumento dos condomínios. Visando profissionalizar o trabalho dos gestores de condomínios, o Centro Universitário do Distrito Federal (UDF), em parceria com o Sindicondomínio/DF, criaram o Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Condomínio.

As novas tendências mundiais visam uma valorização da vida humana e para a sustentabilidade do planeta. “Para isso, é necessário a presença de empreendedores e gestores qualificados que possam estar à frente dos condomínios residenciais e comerciais devidamente preparados para a valorização do ser humano; a atenção voltada para a gestão de pessoas; a humanização da vida condominial; e a sustentabilidade do planeta”, explica Landejaine Maccori, professora mestre da UDF.

Com o objetivo de preparar gestores e empreendedores para estar à frente de condomínios residenciais e comerciais, o curso tem duração de 1.600 horas, podendo ser integralizadas no período de dois a três anos. “A meta é que os alunos saiam do curso preparados para apresentar habilidades e competências necessárias ao exercício profissional na área de gestão condominial, assim como um comportamento ético, crítico e ciente da responsabilidade e do compromisso”, explica a professora.

Aos gestores de condomínios é dada a exigência do domínio de diversas áreas, além da renovação permanente de seus conhecimentos. “Este mercado ainda é carente de profissionais. A formação possibilita atuar em várias mercados como gestor de condomínios residenciais de apartamentos, residenciais de casas, comerciais, consultórios e clínicas, centros de compras (shopping centers)”, conclui Landejaine.

Ao final do curso, o Tecnólogo em Gestão Condominial obtém o seu registro profissional no Conselho Regional de Administração (CRA) e está habilitado para exercer atividades de administração em seu campo específico de formação, obtido mediante a conclusão de seu curso superior. Poderá, ainda, exercer atividades dentro da área específica de atuação considerada nas competências profissionais definidas no perfil do curso.

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 58 | outubro de 2017