• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Economia »

Comércio do DF espera alta de 15% nas vendas do Dia dos Namorados

Da redação com Assessorias - Redação Publicação:28/05/2013 16:38Atualização:28/05/2013 16:41

 (Ana Amaral/DN/D.A Press)
 

Os empresários brasilienses estão otimistas com o Dia dos Namorados, comemorado em 12 de junho. Levantamento realizado pelo Instituto Fecomércio em 206 lojas, de 11 segmentos, revela que os comerciantes esperam um incremento médio de 15,01% nas vendas. No mesmo período do ano passado, a estimativa foi de 8,89% de alta.

O presidente da Fecomércio-DF, Adelmir Santana, explica o otimismo. “Em junho será liberado o primeiro lote da restituição do Imposto de Renda, o que deve ser um estimulo a mais para o brasiliense ir às compras, além disso, o Dia dos Namorados movimenta tanto a venda de artigos femininos quanto masculinos, o que ajuda a fazer desta a terceira melhor data para o comércio”, destaca Adelmir.

Dentre os segmentos pesquisados, as chocolatarias são as mais otimistas, com expectativa de 33,67% de aumento. Já as lojas de material esportivo são as mais cautelosas, esperam um crescimento nas vendas de apenas 6%. O levantamento do Instituto Fecomércio constatou ainda que 42,7% dos comerciantes incrementaram os estoques para a data, enquanto 56,3% mantiveram o mesmo nível e 1% reduziram sua reserva de mercadorias. Em relação às estratégias de vendas, 71,8% dos empresários fará algo para incrementar as vendas para data. Desse total, 37,8% investirão em vitrines mais elaboradas.

Em relação à forma de pagamento, 85,9% dos empresários acreditam que o consumidor deve utilizar o cartão de crédito, seguido por pagamento à vista (11,2%), cartão de loja (2,4%) e cheque pré-datado (0,5%). O valor dos presentes também foi pesquisado. A maioria dos entrevistados (41,7%) espera gastos superiores a R$ 146 por presente. A pesquisa foi realizada com comerciantes dos segmentos de Calçados; Chocolatarias; Floricultura; Joalheria; Loja de artigos para presentes; Lojas de Departamento; Livraria; Material esportivo; Perfumaria; Sexy shop; Vestuário

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 58 | outubro de 2017