• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Saúde »

Conheça os benefícios das atividades físicas na infância

Veja como é possível associar exercícios com a diversão e quando os pais devem ficar em alerta para possíveis excessos

Da redação com Assessorias - Redação Publicação:30/01/2014 14:57Atualização:30/01/2014 15:20

'A atividade tem que acontecer de uma forma que a criança se divirta, para que ela crie gosto pelo exercício e possa levar esta prática no futuro', afirma o professor de educação física Daniel Cancelli (Tina Coelho/Esp. CB/D.A Press)
"A atividade tem que acontecer de uma forma que a criança se divirta, para que ela crie gosto pelo exercício e possa levar esta prática no futuro", afirma o professor de educação física Daniel Cancelli
 

A prática de exercícios físicos não deve ser um hábito apenas dos adultos, mas principalmente das crianças. É o que afirma o profissional de Educação Física, Daniel Cancelli. “O exercício na infância, seja ele de cunho lúdico ou não, tem como principal objetivo o desenvolvimento motor da criança”, afirma o professor. Segundo ele, a prática de atividades bem orientada ajuda a desenvolver a fase de crescimento deles, além de estimular a socialização com os demais pequeninos. “Isso tudo aliado a uma boa rotina diária faz com que a criança tenha uma vida mais saudável e cresça da melhor forma possível”, conclui.

A prática de exercícios para os pequeninos deve estar associada ao prazer que a criança possui numa determinada modalidade. “A atividade tem que acontecer de uma forma que a criança se divirta, para que ela crie gosto pelo exercício e possa levar esta prática no futuro”, explica Daniel. Para isso, o profissional de Educação Física deve adaptar as aulas infantis, criando brincadeiras que estimulem os pequenos. “Fora das aulas, os pais podem incentivar seus filhos para a prática de diversas atividades, como andar de bicicleta, brincadeiras na piscina, jogar bola, e outros”, conta.

Alerta

Os exercícios físicos podem trazer diversos benefícios para a saúde das crianças, mas também apresentam perigos quando há excessos na prática. Para isso, o professor alerta que os pais devem prestar atenção no desempenho deles. “Se a criança chegar em casa e dormir profundamente, ao ponto dos pais não conseguirem acordá-la, pode ser um sinal de exaustão”, explica. Neste momento, o importante é que os pais fiquem atentos, pois os seus filhos podem estar sendo estimulados excessivamente.

Definir um limite para a prática de exercícios nos pequenos é uma tarefa nada fácil, pois cada criança possui seu ritmo. O importante, segundo Daniel, é observar se aquela determinada modalidade está sendo prazerosa ou não. “Desta forma, o exercício será sempre benéfico para a criança”, finaliza.

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 55 | Julho de 2017