..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições »

TSE lança aplicativo com informações de candidados

O "Candidaturas" utiliza bases de dados do Tribunal e pode ser baixado gratuitamente

Tribunal Superior Eleitoral - Publicação:22/07/2014 09:51Atualização:22/07/2014 10:00
Aplicativo pretende melhorar a experiência dos  usuários de smartphones e tablets (Reprodução TSE/Divulgação)
Aplicativo pretende melhorar a experiência dos
usuários de smartphones e tablets
Com o objetivo de ampliar o leque de serviços oferecidos e melhorar a experiência dos usuários de dispositivos móveis – smartphones e tablets –, a Justiça Eleitoral lançou o aplicativo "Candidaturas", que permite a visualização dos candidatos que concorrem às Eleições Gerais de 2014, por cargo e unidade da Federação. Os programas para plataforma Android e iOS poderão ser baixados gratuitamente nas lojas Google Play e Apple Store.

Por meio do aplicativo, os eleitores e demais interessados poderão acessar as seguintes informações: nome completo do candidato, nome escolhido para urna, número, situação do registro de candidatura, cargo, partido, coligação e, ainda, o link para o site do candidato. Todas essas informações são obtidas diretamente das bases de dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que são atualizadas diariamente.

A ferramenta virtual foi desenvolvida com a finalidade de possibilitar uma experiência de uso mais adequada aos usuários que utilizam dispositivos móveis para acessar os portais de internet do TSE e dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), seja por meio de conexão 3G ou de rede sem fio (Wi-Fi). E para atender a esse público crescente de usuários, a Justiça Eleitoral pretende disponibilizar, em 2014, uma série de serviços para dispositivos móveis.

Vale lembrar que no portal do Tribunal Superior Eleitoral (www.tse.jus.br) é possível obter as informações completas dos registros de candidaturas em todo o Brasil por meio do sistema de divulgação de candidaturas, o DivulgaCand.
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 55 | Julho de 2017