..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Educação | Política »

Por uma política mais divertida

Projetos buscam explicar o sistema político brasileiro de forma lúdica e prazerosa

Guilherme Marques - Redação Publicação:15/10/2014 10:00Atualização:15/10/2014 15:14

Mauro Cesar Marinho, Luciana Jobim Navarro, Andrea Mendes, Elias Couto e Agnez Pietsch integram a equipe da Global Shapers, em Brasília (Bruno Pimentel/Encontro/DA Press)
Mauro Cesar Marinho, Luciana Jobim Navarro, Andrea Mendes, Elias Couto e Agnez Pietsch integram a equipe da Global Shapers, em Brasília
Você sabe o que faz um deputado federal? Tiririca assumiu, no vídeo da própria campanha eleitoral de 2010, que desconhecia as funções do cargo ao qual era candidato e foi duramente criticado. É notável, porém, que grande parte da população também não sabe a finalidade desse e de outros representantes públicos. Apesar de parecer absurdo, esse desconhecimento é compreensível: o sistema político brasileiro é um mecanismo complexo e pouco se aprende nas escolas sobre o funcionamento dele.


Para tornar o aprendizado da política mais simples e interessante, alguns grupos tomaram iniciativas de destrinchar o sistema de governo brasileiro e ensiná-lo de forma divertida. Uma delas é o projeto do site Politize!, que planeja usar jogos, vídeos, infográficos e atividades interativas para simplificar o estudo da nossa máquina de governo. “As manifestações de 2013 nos mostraram que há uma lacuna no conhecimento político das pessoas. Muita gente não sabe o que significa política e nem como participar dela”, diz Elias Couto, representante da comunidade Global Shapers em Brasília.

O Global Shapers é uma rede mundial formada por pessoas com idades entre 20 e 30 anos com o intuito de realizar projetos sociais nas comunidades onde moram. As equipes das dez cidades brasileiras que dispõem de membros do grupo se uniram para a construção do Politize!, projeto sem filiações partidárias ou ideológicas. "A ideia é ensinar questões mais técnicas como funções dos diferentes cargos e poderes e funcionamento do sistema político", conta Elias, que garante a imparcialidade das informações: "Nossa equipe é formada por pessoas que têm diferentes posições políticas. Sabemos da importância de não entrarmos no mérito ideológico".

Para arrecadar fundos para a produção do site, a equipe do Global Shapers está utilizando o Catarse, plataforma de financiamento coletivo. Quem achar a ideia interessante e quiser apoiar financeiramente o projeto pode doar uma quantia neste link. O objetivo do grupo é atingir a meta de R$ 64 mil. Até o momento, cerca de R$ 33 mil já foram cedidos para a construção e manutenção do Politize!, que já tem uma prévia de seu conteúdo disponível aqui.

João é o personagem criado pela Codorna  Filmes para representar um pessoa alheia  a tudo que se passa na política (Divulgação)
João é o personagem criado pela Codorna
Filmes para representar um pessoa alheia
a tudo que se passa na política
O uso do humor foi a estratégia adotada pelo Codorna Filmes para tornar o aprendizado da política mais prazeroso. A produtora paulista elaborou uma websérie de quatro vídeos animados para explicar nosso sistema de governo. “O humor cativa, prende a atenção, atrai, seduz, e essas são qualidades raras quando se decide debater política. Buscamos trazer o bom humor para o projeto sem deixar de destacar que esse é um assunto sério”, afirma Natália Vestri, integrante da equipe do Codorna Filmes.

Os vídeos têm como protagonista o personagem João, que representa o cidadão leigo em política. “Queríamos um personagem que fugisse de estereótipos, mas que buscasse a identificação com o público”, conta Natália. Segundo ela, a equipe teve auxílio da Constituição Federal e de alguns colegas advogados para simplificar os textos e revisar o material: “Tínhamos toda a atenção com o uso das palavras, das entonações, da ordem das frases, das brincadeiras e ironias. Nossa intenção era construir um material que auxiliasse o entendimento de política de todo mundo, independente da ideologia partidária de cada um”, diz. Os vídeos podem ser assistidos no canal do projeto no Youtube. Aprender política nunca foi tão divertido.

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 58 | outubro de 2017