..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Turismo »

Setur-DF mapeia gastos de turistas em Brasília

Visitantes nacionais investem mais em cultura e compras, enquanto os internacionais direcionam as despesas aos negócios e eventos

Agência Brasília - Redação Publicação:17/11/2014 16:43
O setor de Turismo em Brasília agora pode calcular a participação econômica que a atividade exerce de forma personalizada. Até então os dados eram baseados em estudos do Ministério do Turismo, que apresentavam um panorama nacional, mas o Observatório do Turismo do DF traduziu os resultados de acordo com a realidade local, o que possibilitará o monitoramento do impacto da movimentação turística de forma mais precisa.

O estudo foi realizado ao longo do ano passado, quando mais de 4 mil turistas nacionais e internacionais foram ouvidos em alta e baixa temporada no Distrito Federal. Os questionários trouxeram como opções de motivação de viagem os segmentos de compras, cultura, estudos, eventos, lazer, negócios, saúde, visita a amigos e outros. O objetivo foi caracterizar os gastos de acordo com a atividade que o visitante procura em Brasília. Os resultados são mensurados de acordo com a origem do entrevistado – nacional ou internacional.

Quando se trata dos turistas nacionais, os gastos mais expressivos em Brasília são direcionados à cultura e às compras, com registros médios de R$ 736,15 e R$ 613,87, respectivamente. O valor é referente aos gastos diários com hospedagem, transporte e despesas complementares.

No caso dos visitantes estrangeiros, a média de despesas com atividades identificadas entre as opções disponíveis é maior quando a viagem é motivada por negócios (R$ 1.125,01) e visita a amigos (R$ 981,27). Para esse grupo, foi registrado um gasto ainda mais expressivo (R$ 1.302,87) na opção "outros", o que demonstra que os turistas internacionais estão interessados em atividades mais peculiares no destino turístico.

Os valores foram calculados com base no salário mínimo vigente em 2013, ano da pesquisa - R$ 622. O estudo completo está disponível para consulta no site www.observatoriodf.com.br, no item "Dados Econômicos". No endereço é possível, ainda, acessar outras pesquisas realizadas desde 2011 no contexto do Turismo da cidade.
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 58 | outubro de 2017