..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Beleza »

Israelense cria maquiagem que é uma verdadeira obra de arte

Conheça o trabalho da artista Tal Peleg, que consegue até reproduzir quadros e cenas de filmes famosos usando produtos de beleza

Marcelo Fraga - Publicação:28/10/2015 14:35Atualização:28/10/2015 15:42

A artista Tal Peleg cria maquiagens incríveis que reproduzem cenas de filmes e quadros famosos  (Facebook/TalPelegMakeUp/Reprodução)
A artista Tal Peleg cria maquiagens incríveis que reproduzem cenas de filmes e quadros famosos
Se as maquiagens de atrizes e cantoras famosas já chamam a atenção nas festas de premiações do cinema e da música, o que dizer do trabalho da artista israelense Tal Peleg? As maquiagens feitas por ela, com cores vibrantes e traços bem marcados, vão desde representações de animais, como cães, gatos e pavões, até obras de arte famosas, entre elas o "quadro dos relógios derretidos" (A Persistência da Memória), do pintor catalão Salvador Dalí.

Outras referências também fazem parte do trabalho de Tal Peleg. Em sua página no Facebook, que possui quase 350 mil fãs, é possível ver maquiagens com cenas de filmes e, até, com os famosos emojis utilizados no WhatsApp.

A artista também faz sucesso no Instagram, com 223 mil seguidores. Os comentários em suas redes sociais, sempre repletos de elogios, atestam a aprovação do público em relação à arte da maquiadora israelense.

 

Confira abaixo algumas obras da artista : 

 (Facebook/TalPelegMakeUp/Reprodução)

Bastian e Falcor de 'A história sem fim' (Facebook/TalPelegMakeUp/Reprodução)
Bastian e Falcor de "A história sem fim"

O dragão Banguela, do filme 'Como treinar seu dragão' (Facebook/TalPelegMakeUp/Reprodução)
O dragão Banguela, do filme "Como treinar seu dragão"

Cena do clássico 'Os miseráveis', de Victor Hugo e adaptado para cinema e teatro (Facebook/TalPelegMakeUp/Reprodução)
Cena do clássico "Os miseráveis", de Victor Hugo e adaptado para cinema e teatro

[FOTO6]

 

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 58 | outubro de 2017