..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

ESTÉTICA | Tatuagem »

Os arrependidos agradecem

Fazer tatuagem é um sonho, mas retirá-la pode se transformar em um transtorno. Tratamentos a laser são mais rápidos e seguros. A eficácia, no entanto, vai depender de cada caso

Daniela Costa - Publicação:07/03/2016 11:18Atualização:07/03/2016 12:05
O pequenino desenho de caveira feito 
no pulso se tornou um pesadelo na vida 
do seminarista Jean Vitor Fernandes: 
'Não condiz com minhas crenças atuais' (Gustavo Andrade)
O pequenino desenho de caveira feito
no pulso se tornou um pesadelo na vida
do seminarista Jean Vitor Fernandes:
"Não condiz com minhas crenças atuais"
Um ato impensado na adolescência, em um momento de rebeldia, e o seminarista Jean Vitor Fernandes, de 20 anos, tomou uma decisão da qual se arrependeu. A pequena tatuagem feita no pulso com a imagem de uma caveira, quando contava apenas 15 anos, tornou-se um transtorno em sua vida. “É como se fosse uma âncora me prendendo ao passado e me impedindo de seguir em frente”, diz. Mesmo ainda muito jovem, ele afirma que encontrou a sua verdadeira vocação e se prepara para sua ordenação na Igreja Católica. “Essa tatuagem não condiz com minhas crenças atuais”, afirma Jean Vitor.

Assim como ele, muitas são as pessoas que por impulso ou modismo decidem gravar alguma imagem no corpo. O que muitos nem pensam nessa hora é que voltar atrás é algo complicado. Embora existam tratamentos para clarear os pigmentos da tinta utilizada, o processo é doloroso, demanda tempo, custa caro e deixa marcas na pele. Os especialistas da área alertam: antes de optar por fazer um desenho definitivo, é preciso pensar muito.

Jean se prepara para realizar a segunda sessão a laser e ainda precisará de pelo menos mais três para apagar de vez o símbolo que tanto o incomoda. No seu caso, por ser uma tatuagem pequena e de apenas uma cor, a remoção será total. O mesmo não acontece com tatuagens grandes e coloridas. As cores verde, vermelha e azul são as mais difíceis de serem removidas. “O laser reconhece o pigmento e despigmenta a tatuagem. No entanto, existe um momento em que não funciona mais. Além disso, se a pele do paciente tiver sido machucada e passado por um processo de cicatrização, essa marca permanecerá”, explica o médico Luiz Diniz, dermatologista da Clínica da Pele.

Em relação a outros métodos, os lasers para a remoção de tatuagem são mais seguros e eficazes. “A remoção a laser de tatuagem obedece à teoria da fototermólise seletiva, que consiste na destruição de alvos específicos na pele, como a melanina, limitando o dano térmico e protegendo os tecidos ao redor, evitando queimaduras”, explica o médico Bruno Vargas, dermatologista da Clínica Inovatto. Contudo, para que o resultado seja satisfatório, é preciso considerar o tipo de pele, a qualidade do pigmento utilizado e os cuidados após sua retirada. Peles negras, que são naturalmente mais pigmentadas, estão mais sujeitas a manchas.

Os motivos que contribuem para bater aquele arrependimento após a realização de uma tatuagem são vários. Os mais comuns são desenhos malfeitos, realizados com tinta de má qualidade, quando o sonho de ter uma arte perfeita estampada no corpo se perde em meio a terríveis borrões. Uma das causas mais frequentes é o desejo de se livrar de nomes de amores passados. “A busca pela beleza do corpo é mutável, o que provoca mudanças de opinião a respeito de desenhos ou mensagens anteriormente realizadas”, diz a dermatologista Joana Barbosa Alves de Sousa, da Lumina Laser. Há quatro anos, a recepcionista Jéssica Paula de Oliveira, de 23 anos, tatuou uma pimentinha vermelha bem atrás da orelha. Com o desejo de fazer concurso público e já insatisfeita com o desenho, decidiu remover a tatuagem. “Era muito colorida e me incomodava. Na época ficou muito escura”, diz. Após algumas sessões a laser, nem se lembra mais daquele pequeno incômodo. “Mantenho apenas uma que tenho no tornozelo e não pretendo fazer outras”, diz.
 
A recepcionista Jéssica Oliveira removeu tatuagem colorida que tinha atrás da orelha: 'Mantenho apenas uma no tornozelo e não pretendo fazer outras' (Victor Schwaner)
A recepcionista Jéssica Oliveira removeu tatuagem colorida que tinha atrás da orelha: "Mantenho apenas uma no tornozelo e não pretendo fazer outras"
PARA APAGAR
O que os tratamentos a laser oferecem

Custo de cada sessão: A partir de 250 reais (varia %u2028de acordo com o tamanho e a cor da tatuagem).

Duração de cada sessão: 25 minutos, em média.

Quantidade de sessões necessárias: Varia de acordo com o desenho a ser retirado e a reação da pele ao tratamento. Em média, são necessárias de três a 11 sessões, com intervalos mínimos de 30 dias.

Manchas ou borrões:
Podem ocorrer em cores fortes %u2028como verde, vermelho e azul

Reações na pele
Após a aplicação do laser, a pele pode apresentar coloração esbranquiçada e a região ao redor ficará avermelhada e um pouco inchada, sintomas que desaparecem em poucos dias.

Manchas claras no local da aplicação podem ocorrer ocasionalmente, principalmente em pacientes de pele mais escura ou bronzeados.

Infecções no local são raras, mas podem acontecer.

Contraindicações

Gravidez
Portadores de doenças graves e imunossupressoras
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 55 | Julho de 2017