..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Entenda os perigos da famosa 'barriga de cerveja'

Especialista esclarece como se forma a 'barriguinha' e os riscos que pode trazer

Da redação com Assessorias - Redação Publicação:15/06/2016 08:56Atualização:15/06/2016 09:16
Para entender os perigos da chamada "barriga de cerveja", que é motivo de piada e de risadas em muitas rodas de amigos, é preciso compreender alguns conceitos sobre o armazenamento do excesso de energia no corpo humano. Primeiramente, como explica o personal trainer e professor de educação física Cristiano Parente, a barriga mais "redonda e dura" surge não pela alta ingestão de cerveja, mas pelo consumo exagerado de nutrientes muito calóricos, em quantidades acima do gasto energético total do indivíduo.

"Sempre que há o excesso de calorias, também há a transformação da energia que sobra em gordura e, consequente, o seu armazenamento nas regiões de estocagem. Essas regiões variam muito de acordo com fatores genéticos e também com o histórico de desenvolvimento e crescimento do indivíduo, desde a gravidez", esclarece o especialista.

Segundo o personal trainer, o acúmulo de gordura na região abdominal pode surgir logo abaixo da pele e acima da musculatura. Neste caso, temos a chamada gordura subcutânea, mais "molinha" e flácida. "Pode acumular também abaixo do músculo abdominal, junto aos órgãos ou vísceras, motivo pelo qual é chamada de gordura visceral", completa Cristiano.
As chamadas 'barrigas de cerveja' são redondas e proeminentes quando a gordura se concentra abaixo do músculo do abdômen, forçando-o para 'fora' (Pixabay)
As chamadas "barrigas de cerveja" são redondas e proeminentes quando a gordura se concentra abaixo do músculo do abdômen, forçando-o para "fora"
 
A famosa "barriga de cerveja" costuma aparecer em pessoas que têm o resto da estrutura corporal magra. Como mostra o especialista, isso ocorre, principalmente, pelo fato delas apresentarem uma tendência alta de acumular gordura abaixo da musculatura abdominal. Isso faz com que os músculos sejam empurrados para fora, como uma "capa" ou "escudo" rígido da gordura.

"O aspecto redondo e duro visto na 'barriga de cerveja' se dá porque a musculatura abdominal resiste e dá forma mais definida do que quando a gordura está por cima da musculatura. Neste caso, o escudo seria apenas a pele, que não tem tanta resistência como o abdômen, dando o aspecto mais 'mole'", explica o professor de educação física.

Perigo


Um estudo realizado nos Estados Unidos e divulgado em 2015 indica que o risco de mortalidade em homens que têm a "barriga de cerveja" é o dobro em relação aos que são obesos ou têm primordialmente um acúmulo de gordura subcutânea. No caso das mulheres, o risco de mortalidade é 32% maior. O estudo foi realizado com 15 mil adultos, entre 1988 e 2006.

"Esses dados reforçam a importância de entender a individualidade de cada caso. Mais do que isso, ressalta o grau de cuidado e de atenção que determinadas pessoas precisam ter em relação à saúde, sabendo que o tratamento também é de caráter individualizado. E a palavra tratamento não é sem razão, uma vez que a obesidade, de acordo com a Organização Mundial da Saúde a define como uma doença e, como tal, deve ser tratada", comenta Cristiano Parente.
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 58 | outubro de 2017