..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Entenda por que o 'projeto Verão' começa no Inverno

Especialista mostra como a perda de gordura e melhora do corpo não surge de um dia para o outro

Da redação com Assessorias - Redação Publicação:28/07/2016 08:03
Se você é daquelas pessoas que vivem brigando com a balança e não vê a hora de perder alguns "quilinhos", para ter um corpo ideal no Verão, precisa correr contra o tempo. Isso porque, segundo especialistas, o momento de iniciar o chamado "projeto Verão" é agora. "Para que a mudança corporal, como ganho de músculos ou perda de gordura, seja duradoura, é preciso ter paciência durante o processo. Isso porque é preciso tempo para começar a ver as mudanças no espelho. Você planta hoje e só colhe os frutos depois", explica a nutricionista Bianca Rossas, consultora da Bodytech.

É nos períodos de baixa temperatura que o metabolismo fica mais acelerado, facilitando a queima de gordura. Nos dias frios, o organismo precisa trabalhar ainda mais para manter a temperatura corpórea, o que faz com que ele gaste mais energia. Para quem já quer começar com os esforços para os dias quentes que se aproximam, deve ficar atento a algumas dicas de Bianca Rossas:

Inclua chás no dia a dia: além de hidratar o corpo, eles são ótimos aliados ao emagrecimento. Os chás nos mantêm aquecidos e dão sensação de bem-estar. Podem ser usadas ervas com potencial termogênico, que ajudam a "secar" as gordurinhas, como chá verde, hibisco e gengibre
Escolha dos alimentos corretos e prática de exercícios ajudam a deixar o corpo preparado para ser exibido no Verão  (Pixabay)
Escolha dos alimentos corretos e prática de exercícios ajudam a deixar o corpo preparado para ser exibido no Verão

Coma sopas no jantar: além de saudável, a sopa de legumes, por exemplo, auxilia no emagrecimento e, por ser servida quente, favorece a sensação de bem-estar. Evite sopas e caldos cremosos, com adição de leite, creme de leite e queijos, e nem pense em acompanhar a sopa com pães ou torradas. Estes alimentos possuem muito carboidrato. Opte por legumes de sua preferência e evite batata, mandioca e inhame. Adicione pedações de carne magra ou peito de frango

Fuja das sobremesas gordurosas e altamente calóricas:
opte por frutas ou uma barrinha de 20 g de chocolate com 70% (ou mais) de cacau

Inclua fibras na alimentação:
elas diminuem o índice glicêmico da refeição e melhoram o trânsito intestinal

Não perca o foco: vá com moderação em fondues, massas e bebidas como chocolate quente. Alimentos ricos em gordura ruim, carboidrato simples e açúcar devem ser uma exceção. Tente limitar o consumo de guloseimas a, no máximo, uma refeição na semana.


COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 57 | Setembro de 2017