..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Que tal um hambúrguer suculento e mal passado, mas que é vegano?

Empresa americana cria sanduíche idêntico ao tradicional, porém, sem nenhum produto de origem animal

João Paulo Martins - Redação Publicação:11/08/2016 11:11Atualização:11/08/2016 13:37
Muita gente pensa duas vezes antes de virar vegano. Talvez por medo de não ser atraído pelos alimentos que não contêm produtos de origem animal. Um exemplo são os suculentos sanduíches das redes de fast food, que, até agora, não possuíam equivalentes no mercado vegano. Porém, uma empresa americana, intitulada Impossible Foods (IF), com sede na Califórnia, acaba de criar um hambúrguer idêntico ao tradicional, incluindo a aparência de "carne" mal passada.

A suculência e o suposto sangue do hambúrguer criado pela Impossible Foods se devem ao ingrediente chamado leg-hemoglobina, que é uma proteína vegetal retirada das raízes de plantas leguminosas da família das fabácias. Por ser rica em moléculas hemo (formadas por ferro), ajuda a dar a cor vermelha típica das carnes provenientes de animais. Além disso, o sanduíche leva ainda proteína do trigo, que ajuda a dar maciez; óleo de coco para o sabor "gorduroso"; e fécula de batata, que deixa o hambúrguer vegetal frito com aparência do encontrado num fast food.
Graças à proteína vegetal leg-hemoglobina, o hambúrguer da Impossible Food fica com a mesma aparência de um tradicional, feito com carne  ( Impossiblefoods.com/Reprodução)
Graças à proteína vegetal leg-hemoglobina, o hambúrguer da Impossible Food fica com a mesma aparência de um tradicional, feito com carne

"Embora seja responsável por apenas 1% de todos os ingredientes, por ser capaz de catalizar as reações químicas que transformam nutrientes em sabor, a leg-hemoglobina dá ao hambúrguer seu inconfundível aroma de carne", diz a Impossible Foods em nota à imprensa.

Segundo o bioquímico Patrick O. Brown, CEO da IF, publicou na conta oficial da empresa no Facebook, a intenção é que o inovador hambúrguer vegano seja lançado até o final de 2016. "Estamos ansiosos para que vocês o provem, mas não estamos correndo contra o tempo", diz o cientista.

Enquanto isso, assista, abaixo, a um vídeo com o incrível hambúrguer totalmente vegetal:

(com LiveScience)
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 55 | Julho de 2017