..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Agosto é o mês de os ipês brancos e amarelos aflorarem juntos

Mudanças climáticas em 2016 podem fazer com que o tempo comum de florescimento das árvores seja maior

Agência Brasília - Redação Publicação:29/08/2016 10:05
Chegou a época em que os ipês-amarelos e os ipês-brancos florescem ao mesmo tempo no Distrito Federal. O fenômeno chama a atenção porque as quatro cores dos ipês normalmente afloram em períodos diferentes do ano. Agosto é o único mês em que é possível encontrar as duas cores em números expressivos.

A engenheira agrônoma e doutora em ecologia Carmem Regina Mendes de Araújo explica que “é possível encontrar agora flores roxa e rosa em pontos específicos de Brasília, mas a predominância é de branca e amarela”. Ela acredita que as mudanças climáticas em 2016 possam aumentar o tempo em que os dois tipos coincidam neste ano, mas sugere que outros fatores imprevisíveis como quantidade de água e de sombra possam interferir também.

Carolina Schaffer, botânica e assessora de Gestão Estratégica e Projeto da Secretaria do Meio Ambiente do DF, concorda que as condições climáticas possam ter efeito. “Como neste ano temos batido recordes de temperatura a cada mês, e as precipitações começaram mais cedo, as condições para o aflorar dos dois ipês são mais adequadas”, explicou.
Chegou a época em que os ipês-amarelos e os ipês-brancos florescem ao mesmo tempo no Distrito Federal (Tony Winston/Agência Brasilia)
Chegou a época em que os ipês-amarelos e os ipês-brancos florescem ao mesmo tempo no Distrito Federal

As árvores plantadas em Brasília são de diferentes espécies. Só de ipê-amarelo, são três; de roxo, duas; e de rosa e branco, uma. “Esses são os que foram plantados na capital. Na natureza, há outras espécies”, explica o chefe do Departamento de Parques e Jardins da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), Rômulo Ervilha.

Cerca de 120 mil árvores foram plantadas pela Novacap em Brasília neste ano. Dessas, 35 mil são das diferentes espécies de ipês. Há aproximadamente 40 mil mudas nos viveiros da empresa. Segundo Ervilha, o cuidado necessário é mínimo. Não é preciso fazer acompanhamento das plantas cultivadas pela cidade porque os ipês são nativos do Cerrado. O máximo de intervenção necessária é quando os galhos crescem demais e atrapalham as estruturas e fiações.

Tipos de ipê e épocas em que florescem

De acordo com a botânica, os ipês são árvores que florescem na época da seca para não competir com outras plantas. Eles geralmente afloram em sequência: o ipê-roxo primeiro, em maio; seguido pelo amarelo, cujas flores se abrem por mais tempo, de junho a agosto; depois vem o branco, em agosto; e o rosa aparece por último com o começo das chuvas em setembro e outubro.

O período de floração dessas plantas é de uma a duas semanas. Cada flor normalmente abre e fecha em um mesmo dia. Como são muitas por árvore, elas podem durar semanas.
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 55 | Julho de 2017