..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

'Leite de magnésia' ajuda a desentupir o nariz?

Médico esclarece esse boato que está circulando na internet

Vinícius Andrade - Redação Publicação:15/09/2016 11:00
O cloreto de magnésio, popular conhecido como "leite de magnésia", é conhecido por combater a asia e a má digestão - pode ser usado também como laxante. Mas, nos últimos dias, vídeos e conversas nas redes sociais têm associado o produto ao tratamento de sinusite e rinite. Segundo o boato, a substância, diluída em água, pode ajudar contra os problemas das vias aéreas, como por exemplo, em caso de nariz "entupido".

Confira, abaixo, ao vídeo que está ciruclando na internet com a suposta fórmula "milagrosa":

A recomendação, no entanto, não possui nenhuma base científica, conforme o otorrinolaringologista Bruno de Castro. Ele ainda alerta para os riscos de usar "leite de magnésia" no nariz. "A mucosa é extremamente delicada. Qualquer material que for usado no nariz antes de ser testado cientificamente pode provocar anosmia, que é a perda do olfato", destaca o médico.

Já em relação aos medicamentos mais usados para "desentupir" as vias aéreas, o especialista alerta para os problemas que eles podem causar. "Pode levar ao glaucoma, ressecamento extremo do nariz e sangramento pelo uso excessivo da medicação", esclarece Bruno, referindo-se aos produtos à base de cloridrato de nafazolina. Já para os demais, exceto os que são apenas soro (água e cloreto de sódio), o médico explica que o uso deve ser apenas sob orientação médica. "É uma boa recomendação desde que seja feita por um profissional. Pingar gotas geralmente faz um efeito muito rápido, mas leva a um processo de vício. Gera outro tipo de rinite, que é a medicamentosa", diz o otorrino.
 (Pixabay)

Antes de iniciar o tratamento para rinite ou sinusite, o otorrino aconselha que o paciente faça um teste alérgico para identificar o que está causando a irritação na mucosa do nariz. De forma geral, ele indica o uso do soro fisiológico para manter o órgão sempre hidratado. Não existe restrição de idade para a utilização deste tipo de produto.
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 55 | Julho de 2017