..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Ford Fusion 2017: mais tecnológico e econômico

O sedã, importado do México, chega em outubro com mais tecnologia voltada para economia e segurança

Fábio Doyle - Publicação:28/09/2016 14:33

O novo Ford Fusion tem como destaque as linhas mais esportivas e a maior potência dos motores. O modelo 2.0 chega a 248 cv (Divulgação/Ford)
O novo Ford Fusion tem como destaque as linhas mais esportivas e a maior potência dos motores. O modelo 2.0 chega a 248 cv
A Ford lançou na terça, dia 20 de setembro, na Bahia, a linha Fusion 2017, com novidades de design e tecnologias. O modelo chega ao mercado em outubro em quatro versões de acabamento.

A linha parte de R$ 121,5 mil no modelo flex e tem três versões com motor turbo EcoBoost de 248 cv, com preços de R$ 125 mil a R$ R$154 mil no topo da linha, com uma série de tecnologias semiautônomas.

O novo Fusion oferece assistente de frenagem autônoma com detecção de pedestres. Traz ainda piloto automático adaptativo com "stop and go", que, quando acionado, acelera e freia automaticamente na aproximação de outro veículo. Tem também o alerta de colisão com assistência de frenagem autônoma, além do sistema "start and go", que desliga e liga o carro no trânsito para economia de combustível.

Outra novidade é o sistema semiautônomo de estacionamento de segunda geração, para vagas paralelas e perpendiculares. No tema conectividade, vem com o sistema SYNC 3 com tela de 8 polegadas, que permite, por comandos de voz, acesso a telefone, navegador, música, climatização e aplicativos, além de interface Apple CarPlay e Android Auto para smartphones.

A transmissão automática de seis velocidades é acionada pelo novo seletor E-shifter no console no lugar da tradicional alavanca de câmbio. A lista de equipamentos inclui ainda oito airbags, sistema de monitoramento de ponto cego, sistema de permanência em faixa, sistema de detecção de cansaço, cintos de segurança traseiros infláveis e controle eletrônico de estabilidade e tração.

Interior do Fusion (Divulgação/Ford)
Interior do Fusion
Design esportivo

O novo design buscou dar esportividade às linhas do Fusion, com destaque à grade dianteira cromada redesenhada. Os faróis ganharam perfil mais alongado, com lâmpadas halógenas nas versões SE e SEL e tecnologia Full LED na Titanium, ambos com luz diurna.

As lanternas traseiras de LED têm novo desenho e as rodas de liga leve de 18 polegadas também trazem três desenhos exclusivos.

Os bancos de couro, segundo a montadora, contam com ajuste elétrico, memória e aquecimento na frente, além de refrigeração na versão Titanium.

Mais potência

O novo Fusion 2017 teve a potência do motor 2.0 EcoBoost aumentada para 248 cv e ficou 7% mais econômico. O motor 2.5 Flex, de 175 cv, melhorou o consumo na mesma proporção, informa o fabricante. A transmissão automática de seis velocidades conta com Paddle Shift nos modelos 2.0 EcoBoost e, junto com o seletor rotativo E-shifter, acrescenta a função "Low" na versão Flex e Sport na EcoBoost.

A tração integral inteligente (AWD) tem uma nova interface, aumentando a estabilidade e tração em pistas escorregadias. O isolamento acústico aprimorado torna a cabine mais silenciosa.

Com a linha 2017 a Ford espera ampliar a concorrência do Fusion com as versões mais completas de sedãs médios como Honda Civic e VW Jetta e com modelos de porte semelhante ao seu como Honda Accord, Hyundai Azera, Toyota Camry e VW Passat. Quer também conquistar, na base da potência, do espaço e da tecnologia, consumidores de Audi A4, BMW Série 3 e Mercedes-Benz Classe C.
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 58 | outubro de 2017