..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Primavera também é tempo de dor de garganta

Saiba como se prevenir desse problema causado pela poluição e pelo tempo seco

Da redação com Assessorias - Redação Publicação:29/09/2016 15:13
Gripes e resfriados são comuns nessa época (Francis Cheung/Stocksnap)
Gripes e resfriados são comuns nessa época
A primavera traz a beleza e o colorido das flores. Porém, apesar de ser uma das épocas mais belas do ano, é necessário redobrar o cuidado com a saúde, afinal, é comum o agravamento de problemas respiratórios e dores de garganta devido ao tempo seco e ao pólen que se desprende das flores e se mistura com a poluição.

De acordo com Fernanda Dacache, gerente médica do Aché Laboratórios, a dor de garganta pode ser provocada por vários motivos, como alergia respiratória causada pela poeira doméstica, ou de cunho infeccioso, como gripes e resfriados, transmitidos por vírus ou bactérias. "O ressecamento nasal, comum em épocas mais secas, é o que geralmente provoca a dor de garganta, pois quando respiramos pelo nariz, condicionamos o ar para torná-lo bom para o organismo, protegendo a garganta. No entanto, quando ele está entupido, a tendência é respirar pela boca, levando as bactérias diretamente para a garganta, o que causa desconforto na região", esclarece a especialista.

Alguns cuidados podem ajudar a evitar os efeitos da chegada da primavera. Entre as medidas mais simples está a ingestão regular de líquidos e a higienização dos ambientes, como explica Fernanda: "ingerir, no mínimo, dois litros de água todos os dias ajuda a manter o organismo hidratado, auxilia na prevenção de doenças respiratórias e alivia a irritação na garganta. Também é importante manter os ambientes limpos, pois evita a disseminação de microorganismos. Para isso, basta utilizar um pano úmido com água e sabão a fim de remover o acúmulo de poeira".

Geralmente, a sensação de garganta seca é temporária, pois nesse período ela está diretamente ligada ao fator climático. Já no caso de infecções e inflamações da garganta, recomenda-se utilizar medicamentos, disponíveis em forma de pastilha ou spray. Mas, a especialista alerta: "caso o problema perdure por muitos dias, é necessário ajuda médica para uma avaliação mais detalhada e identificação real da causa do problema".
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 55 | Julho de 2017