..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Lei Orgânica de Cultura será discutida com a sociedade civil na Câmara Legislativa

Encontro com a população nesta sexta-feira (17) e no sábado (18) é a última oportunidade para apresentar contribuições ao projeto, que já tramita na Casa

Agência Brasília - Redação Publicação:16/02/2017 10:03
Interessados na criação da Lei Orgânica de Cultura vão ter a última oportunidade para dar sugestões ao projeto nesta sexta-feira (17) e no sábado (18). Elas poderão ser encaminhadas à Secretaria de Cultura no seminário que haverá no auditório da Câmara Legislativa do Distrito Federal. Na sexta, o encontro vai das 14 horas às 19h30 e, no sábado, das 9 às 18 horas.

Entre os objetivos da norma, que já tramita na Casa desde novembro de 2016, estão o de adequar o DF ao Sistema Nacional de Cultura, facilitar o acesso a repasses financeiros do governo federal, fortalecer os conselhos e aumentar a participação popular. A legislação ainda propõe formalizar o Plano de Cultura do Distrito Federal, com duração de dez anos, e estabelece objetivos para fortalecer o setor.

COM PROJETO DE LEI, DF BUSCA FACILITAR ACESSO DA CULTURA A REPASSES FEDERAIS
O Projeto de Lei Complementar nº 84, agora em forma de substitutivo, foi encaminhado à Câmara Legislativa pelo governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg. De acordo com uma das organizadoras do seminário, a produtora cultural Claudia Queiroz, a matéria já passou por duas comissões e seguirá para outras duas após o encontro, antes da votação pelos deputados distritais em plenário — ainda sem data definida.
 (Tony Winston/Agência Brasília )

De acordo com a Secretaria de Cultura, o processo de construção coletiva da minuta do Sistema e Plano de Cultura do Distrito Federal recebeu 1.341 contribuições, coletadas em 24 audiências públicas (Diálogos Culturais) com as 31 regiões administrativas entre maio e julho de 2015, das quais participaram, ao todo, cerca de 950 pessoas. Além disso, foram entrevistadas 55 lideranças de diversos segmentos do setor e promovidas consultas públicas virtuais pela plataforma Participa.br.

Fundações para formular políticas públicas e cuidar do patrimônio cultural
O governo também encaminhou à Câmara Legislativa em novembro o Projeto de Lei Complementar nº 85, que autoriza criar a Fundação das Artes do Distrito Federal, responsável pela execução das políticas para as artes, cultura e economia criativa.

Para cuidar do patrimônio artístico e cultural, está prevista também a Fundação do Patrimônio Artístico e Cultural do Distrito Federal. A medida atende exigência da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Ambas as entidades só serão criadas quando houver possibilidades de fazê-lo sem interferir na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e quando o governo puder aumentar gastos.

Mais informações sobre a elaboração colaborativa da Lei Orgânica de Cultura podem ser encontradas no site da secretaria.
 
Seminário de Cultura do Distrito Federal – Orientações e Diretrizes para Aprimoramento da Lei Orgânica de Cultura
17 de fevereiro (sexta-feira)
Das 14 horas às 19h30
18 de fevereiro (sábado)
Das 9 às 18 horas
No auditório da Câmara Legislativa do DF – Praça Municipal, Quadra 2, próximo ao Setor de Indústrias Gráficas (SIG)
Inscrições por meio de formulário on-line
Acesse perguntas frequentes sobre a Lei Orgância de Cultura e o texto do projeto de lei com emendas de deputados distritais
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 57 | Setembro de 2017