..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

#BoraVencer Profissionalizante abre 900 vagas em seis cursos

Inscrições vão até 4 de maio. As aulas ocorrerão de 15 de maio a 25 de julho em Ceilândia e no Plano Piloto, nos turnos matutino, vespertino e noturno

Agência Brasília - Redação Publicação:24/04/2017 12:01
O Programa #BoraVencer, iniciativa da Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, abre 900 novas vagas para 6 cursos. As inscrições começam nesta segunda-feira (24), a partir das 14 horas, no site da pasta, e seguem até 4 de maio.

As aulas ocorrerão de 15 de maio a 25 de julho em Ceilândia e no Plano Piloto, nos turnos matutino, vespertino e noturno. Podem participar pessoas de 15 a 29 anos. Os alunos recebem uniforme, apostilas, cadernos e canetas.

Em Ceilândia, haverá aulas nos turnos matutino e vespertino, no Centro de Juventude (QNN 13). São eles:

 - Maquiagem e design de sobrancelhas
 - Assistente administrativo
 - Auxiliar de contabilidade, nos turnos matutino e vespertino
Recém-formada em pedagogia, Grazielle Sousa, de 36 anos, participante do projeto #BoraVencer, foi aprovada em concurso e vai ocupa uma das 6 mil vagas na rede pública neste ciclo letivo (Andre Borges/Agência Brasília)
Recém-formada em pedagogia, Grazielle Sousa, de 36 anos, participante do projeto #BoraVencer, foi aprovada em concurso e vai ocupa uma das 6 mil vagas na rede pública neste ciclo letivo
 
Para o Plano Piloto, estão disponíveis na CRS 514, Conjunto B, Sobreloja 59 (W3 Sul), nos turnos matutino, vespertino e noturno, os cursos:

 - Organizador de eventos
 - Programador de aplicativos Android
 - Robótica
 - Maquiagem e design de sobrancelhas
 
“Iniciamos a vertente de cursos profissionalizantes com o de auxiliar administrativo, em dezembro do ano passado, e, em janeiro de 2017, abrimos mais 2 mil vagas ”, detalha o secretário de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, Aurélio Araújo.

No caso de uma demanda maior que o número de vagas, o preenchimento das matrículas vai atender os seguintes critérios preferenciais:

 - Menor renda per capita familiar
 - Estar desempregado
 - Ser egresso ou estar em atendimento no Sistema Socioeducativo
 - Ordem de inscrição
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 58 | outubro de 2017