..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Conheça alguns alimentos que podem causar acne

Embora alimentos possam contribuir para o aparecimento das temidas espinhas, são várias as causas para o problema

João Paulo Martins - Redação Publicação:14/08/2018 17:27

As espinhas são uma dor de cabeça para todo adolescente – além de afetar muitos adultos também. O problema é que a acne é uma inflamação da pele que não possui apenas uma causa. O que gera espinha para uma pessoa pode ser inofensivo para outra.

 

Normalmente, quando os poros responsáveis por eliminar a gordura produzida pelas glândulas sebáceas entopem, ocorre o aparecimento dos temidos cravos, em decorrência da oxidação do líquido "represado". O problema é que o cravo pode ser infectado por bactérias, gerando as conhecidas espinhas.

 

Portanto, além da questão hormonal, que pode levar à produção excessiva de gordura na pele, alguns alimentos também podem contribuir para o aparecimento do problema.

 

Abaixo, o site americano Health Acne Treatment, especializado no tratamento da acne, cita alguns produtos que devem ser evitados por quem sofre com as espinhas:

 

Laticínios

Leite de vaca não faz bem para a pele. Isso porque os laticínios contribuem para a produção do hormônio ligado ao aumento da gordura na pele. O queijo, por exemplo, induz o corpo a liberar insulina no sangue, que ajuda as células a processarem a glicose. O excesso de açúcar circulando no organismo provoca inflamação, o que está relacionado com as temidas espinhas. Quem sofre com esse problema deve procurar opções ao leite de vaca, como o de amêndoa, de arroz ou de coco.

 (Pixabay )
 

Açúcar

O açúcar, especialmente do tipo refinado, é um dos alimentos que causam acne porque favorece as inflamações. Como a espinha é uma inflamação, quem tem pele oleosa deve aderir a uma "dieta anti-inflamatória". Isso não significa deixar de lado os doces. Mas, o ideal é consumir mais frutas e adoçantes naturais, como à base de estévia.

 

Soja

Se você tem espinhas na cavidade oral e ao longo da mandíbula, a culpa pode ser dos alimentos à base de soja. Tudo culpa do estrogênio encontrado nesse grão. Os fitoestrogênios simulam os níveis do hormônio no organismo, o que leva à produção exagerada de testosterona, que é associado à acne, especialmente nas mulheres.

 

Café

O café pode ajudar a deixar a pessoa acordada, mas também pode intensificar as espinhas. Há uma acidez natural presente no café que pode atuar como um andrógeno (testosterona), ao mesmo tempo em que estimula as glândulas sebáceas da pele e causa inchaço. Mudar para a bebida descafeinada não adianta, já que o problema não é a cafeína. Uma opção é trocar o café pelo chá.

 

Pão

Se você tem muita acne, baguetes, croissants e todos os outros tipos de pães podem tornar o problema ainda mais grave. Esses produtos provocam inchaço, que favorece as espinhas. Ainda pior, ao consumir um bolinho, por exemplo, você está ingerindo três gatilhos da acne: leite, soja e açúcar.

 

Óleo de coco

Muitas pessoas podem estranhar que o óleo de coco, muito usado nas dietas saudáveis, também cause espinhas. Esse óleo bloqueia os poros ao redor da boca e, geralmente, causa inchaço no rosto e ao longo do queixo. Se for ingerido ou aplicado na pele, os efeitos são os mesmos.

 

Amendoim

Normalmente, os variados tipos de castanhas possuem andrógeno, que pode levar ao aparecimento da acne. Os produtos à base de amendoim, geralmente, levam as pessoas a ficarem mais "oleosas". Pacientes com pústulas brancas ao redor da área nasal, ao consultarem um especialista, relatavam que comiam muita manteiga de amendoim. Uma opção saudável para quem gosta desse tipo de alimento são as nozes e a castanha de caju, que não afetam os níveis de testosterona no corpo.

 

Chocolate

Apesar de ser amado por muita gente, o chocolate ao leite ou o branco também causa acne. Uma pesquisa já comprovou que uma dieta rica em açúcar e gordura pode aumentar a produção de óleo na pele e levar a reações inflamatórias no corpo, o que pode causar espinha.

 

Alimentos picantes

Apesar da pimenta ser um ótimo condimento, um estudo feito na Jordânia em 2006 e publicado no jornal do Centro de Saúde do Mar Mediterrâneo Meridional, revelou que as pessoas que possuem acne tendem a consumir mais especiarias ou ervas picantes. No entanto, a pesquisa não pode ser considerada conclusiva.

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 67 | outubro