..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

PASSAPORTE GASTRÔ »

Passaporte Gastrô, enfim, chega a Brasília

Em sua primeira edição na capital federal, guia de benefícios gastronômicos traz 25 vouchers para serem utilizados nos principais estabelecimentos da cidade

Julyerme Darverson - Publicação:17/09/2018 15:23

Brasília acaba de receber a primeira edição do Passaporte Gastrô. Consolidado em Belo Horizonte (MG), a publicação traz 25 vouchers para serem utilizados nos principais estabelecimentos gastronômicos da cidade. A vantagem é que na compra de um prato principal, o cliente ganha outro de igual ou menor valor para o acompanhante. O Passaporte Gastrô, que vem para fomentar o efervescente mercado de gastronomia da capital federal, está à venda por R$ 59,90 nas unidades da rede Oba Hortifruti.

Em sua primeira edição na capital federal, guia de benefícios gastronômicos traz 25 vouchers para serem utilizados nos principais estabelecimentos da cidade (Divulgação)
Em sua primeira edição na capital federal, guia de benefícios gastronômicos traz 25 vouchers para serem utilizados nos principais estabelecimentos da cidade
 

Participam desta edição as casas: Abbraccio; Baco Pizzaria; Beirute; Cowtainer; Dudu Bar Lago; Empório Santo Antônio; Figueira da Villa; Hum! Burguer; Lake’s Restaurante; Marietta Café; Nebbiolo Restaurante; Nikkei; N.O.A.H – Eat, Drink, Fun; Ouriço Restaurante; Parrilla Burger; Piantas Adega e Bistrô; Primeiro Bar; Restaurante Oliver, Ristorante Limoncello; Shoio Lounge; Sushiloko e Valentina Pizzaria.

 

Para a empresária Cláudia Castro, do Nebbiolo, o produto é importante para dar a oportunidade a quem não foi ao restaurante conhecer a culinária, o serviço e a estrutura do lugar: “Comer não precisa ser caro, então o preço do Passaporte Gastrô, somados às vantagens que ele oferece, é um grande benefício para o cliente”, diz. “O passaporte estimula o tráfego de pessoas pelos restaurantes que elas não conheciam e não tinham oportunidade para ir. Além disso, aquece o mercado local”, destaca Oswaldo Scafuto, proprietário do Nikkei.

 

Segundo Valéria Vieira, proprietária do Piantas, além de a clientela conhecer o restaurante, o passaporte também possibilita que a casa seja avaliada. “A pessoa vai, experimenta a comida e deixa essa ficha de avaliação, que vem junto ao voucher. Nem sempre sabemos quando há um problema. A ideia é que tenhamos essas respostas para que possamos melhorar o nosso serviço”, ressalta.

Piantas: camarão flambado na cachaça, guarnecido por quinoa e molho de laranja (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Piantas: camarão flambado na cachaça, guarnecido por quinoa e molho de laranja
 

O Passaporte Gastrô é uma realização da revista Encontro Brasília, com patrocínio do Oba Hortifruti. Para maiores informações sobre como funciona o serviço e os estabelecimentos participantes, visite o site:

http://www.passaportegastro.com.br/bsb

Mineiro Doidão, do Dudu Bar: costelinha de porco assada, acompanhada de espaguete na manteiga dourada com couve, alho crocante e farofa de bacon  (Lucila Camargo/Divulgação)
Mineiro Doidão, do Dudu Bar: costelinha de porco assada, acompanhada de espaguete na manteiga dourada com couve, alho crocante e farofa de bacon
 

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 67 | outubro