..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Má higiene bucal pode aumentar as chances de câncer, sugere estudo

Pesquisa da USP descobriu correlação entre falta de cuidados orais e maior chance de surgimento da doença

Publicação:22/07/2019 09:30

Um estudo realizado recentemente na Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo (USP) sugere que problemas bucais resultantes de higiene oral inadequada podem aumentar, em até quatro vezes, o risco de cânceres de boca, cabeça e pescoço.

 

Segundo a Agência Universitária de Notícias da USP (AUN), a pesquisa compilou e analisou dados de saúde de 889 pacientes, de cinco hospitais, levando em consideração os hábitos de higiene de pessoas que possuíam ou não câncer. Essas informações foram comparadas visando demonstrar uma possível correlação entre um histórico de falta de cuidados orais e o desenvolvimento da doença.

 (Pixabay )
 

"A má higiene bucal contribui para inflamações que, por sua vez, produzem substâncias nocivas ao organismo, como a nitrosamina, que aumenta as chances de câncer", explica a pesquisadora Nayara Fernanda Pereira, autora do estudo, ao site da AUN. Ainda de acordo com ela, a nitrosamina também é liberada a partir da decomposição de alimentos como carnes processadas.

 

A pesquisadora ressalta que outro problema das inflamações na boca é que, nesse caso, elas aumentam a quantidade de vasos sanguíneos na região bucal, fator que é conhecido por criar um "ambiente" favorável ao surgimento de tumores.

 

De acordo com o estudo, a perda de dentes e os sangramentos na gengiva causados por má higiene oral são os problemas bucais mais relevantes para aumentar as chances de desenvolver câncer. Nayara Fernanda Pereira alerta, ainda, para vícios como o tabagismo e a ingestão de bebidas alcoólicas, que, associados à falta de cuidados orais, podem potencializar suas consequências.

 

*Com Agência Universitária de Notícias da USP

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 71 - ESPECIAL SUSTENTABILIDADE