• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Carta do Editor »

Brasília, com licença, posso entrar?

Como bem sabem os atletas, a evolução só acontece quando se desafi am recordes anteriores

André Lamounier - Editor Publicação:30/10/2012 12:41Atualização:30/10/2012 15:51
Em pé: Cecília Garcia, repórter; Raimundo Sampaio, fotógrafo; Marcelo Tokarski, colunista; Cristine Gentil, editora, Matheus Teixeira, repórter, Fred Bottrel, colunista; Dominique Lima, repórter; Minervino Júnior, subeditor de fotografia. Sentados: Carolina Puga, colunista; José Carlos Vieira, colunista; Jéssica Germano, repórter; Leilane Menezes, subeditora; Tereza Rodrigues, editora-adjunta; Liana Sabo, colunista. Estão ausentes na foto: Denise Rothenburg, colunista; Zuleika de Souza, colunista; Bruno Pimentel, fotógrafo; e Luis Tajes, editor de fotografia e autor desta imagem (Luís Tajes)
Em pé: Cecília Garcia, repórter; Raimundo Sampaio, fotógrafo; Marcelo Tokarski, colunista; Cristine Gentil, editora, Matheus Teixeira, repórter, Fred Bottrel, colunista; Dominique Lima, repórter; Minervino Júnior, subeditor de fotografia. Sentados: Carolina Puga, colunista; José Carlos Vieira, colunista; Jéssica Germano, repórter; Leilane Menezes, subeditora; Tereza Rodrigues, editora-adjunta; Liana Sabo, colunista. Estão ausentes na foto: Denise Rothenburg, colunista; Zuleika de Souza, colunista; Bruno Pimentel, fotógrafo; e Luis Tajes, editor de fotografia e autor desta imagem
Como bem sabem os atletas, a evolução só acontece quando se desafiam recordes anteriores. Quem se contenta com as conquistas do passado não ganhará os pódios de  amanhã. É isso o que está fazendo agora a editora Encontro, ao lançar Encontro Brasília, filha caçula da revista homônima, lançada há exatos 10 anos em terras mineiras, onde é líder absoluta, e também a mais importante e influente revista do estado. Não estamos apenas crescendo, mas evoluindo.

Para alcançar novos horizontes, era preciso dar alguns passos. O primeiro veio com a associação com um dos maiores conglomerados de comunicação do país, os Diários Associados,  responsável, entre outros, pelos jornais Estado de Minas e Correio Braziliense. Depois, era preciso desenvolver metodologia que propiciasse, a um só tempo, ganhos de escala e desenvolvimento próprio (artesanal) de conteúdo.

Graças a esses dois fatores, Encontro Brasília já nasce como a revista líder no mercado do Distrito Federal. Tem tiragem de 56 mil exemplares. Mais: será auditada pelo IVC, o mais respeitado e sério instituto verificador de circulação do Brasil. Para Encontro, não basta informar, é preciso que as informações sejam claras, transparentes. Esse é o nosso jeito. Afinal, não existe forma mais honesta e correta de respeitar o leitor e o anunciante do que submeter seus números a uma auditoria crível.

Editorialmente, esta publicação está focada nas notícias que envolvem a capital e sua gente. Todo o conteúdo é local e produzido por uma equipe de profissionais da mais alta estirpe e que vive em Brasília, sob a liderança da editora Cristine Gentil, 15 anos de Correio Braziliense, dona de um texto refinado e personalidade tranquila, traços de sua gentileza com a equipe e com o leitor. A revista será vendida nas bancas, terá assinatura e será distribuída em pontos estratégicos da cidade. O grande diferencial, contudo, serão os assinantes do jornal Correio Braziliense, que receberão a revista gratuitamente em casa.

Encontro Brasília traz em sua genética as características herdadas da edição mineira, cuja proposta é a de enxergar os fatos sob a ótica das boas notícias. Ver a vida sob a perspectiva otimista e da boa-fé, mas sem perder de vista o jornalismo puro,  correto e com “pegada”. Assim é Encontro: leve, informativa, séria.

Nossa tarefa diária será a de identificar os assuntos mais relevantes que envolve nossa cidade e quem aqui vive, e deles extrair o melhor conteúdo.  A reportagem de capa desta edição inaugural é a manifestação concreta dessa missão. Nela, o leitor verá a face de uma Brasília diferente da cidade dos mensalões. Uma capital que prospera e dá certo numa velocidade maior do que muitos achariam possível, depois de tudo que a cidade sofreu nos anos recentes. Com reportagens como essa, Encontro Brasília quer ser um canal a serviço de quem ama esta cidade, a serviço dos brasilienses de bem, de hoje e de amanhã.
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 55 | Julho de 2017