• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Veículos »

Pequenos invocados

Hyundai e Toyota entram no segmento de compactos apostando em um bom pacote de equipamentos e preços competitivos

Da redação - Redação Publicação:05/11/2012 14:47Atualização:05/11/2012 14:50
O HB20 já vem de série com airbag, ar-condicionado e computador de bordo: equipamentos que em muitos concorrentes são opcionais
 (Divulgação)
O HB20 já vem de série com airbag, ar-condicionado e computador de bordo: equipamentos que em muitos concorrentes são opcionais
Responsável por quase dois terços de todos os carros vendidos no Brasil, o segmento dos compactos acaba de ganhar concorrentes de sotaque asiático e alto poder de fogo. Para fazer frente a rivais como Gol, Uno, Palio, Fox e Celta (os cinco carros mais vendidos do país, pela ordem), a sul-coreana Hyundai e a japonesa Toyota apostam em um bom pacote de equipamentos e preços competitivos. O HB20 e o Etios chegam quase simultaneamente às concessionárias prometendo sacudir um mercado que tem ainda o Nissan March, o Renault Sandero e os GM Ágile e Corsa Maxx.

O tão esperado HB20, irmão caçula do i30, chega às concessionárias Hyundai neste mês em sete versões, sendo três equipadas com motor 1.0 de 80 cv e quatro com propulsão 1.6 de 128 cv. São os mesmos motores que já equipam os Kia Picanto e Soul. A versão mais barata do HB20 tem preço sugerido de R$ 31.995 e já vem de série com airbag, ar-condicionado e computador de bordo. A versão “popular” mais encorpada, com ABS e EBD, faróis de neblina, retrovisores elétricos, roda de liga aro 14 e sistema de som com AUX e USB, sai por R$ 37.995. Os modelos 1.6 custam de R$ 36.995 a R$ 47.995, preço do HB20 Premium, completíssimo e com câmbio automático.

Para fisgar o consumidor, a Hyundai vai oferecer no Brasil um seguro exclusivo da própria montadora, com preço fixo. Haverá apenas duas faixas de valor, independentemente do perfil do proprietário – seguradoras definem as apólices com base no sexo, na idade e no local de moradia dos motoristas, entre outras características. Com isso, o valor anual do seguro será de R$ 1,3 mil para as versões 1.0 e de R$ 1,6 mil para 1.6.

Fabricado em Piracicaba (SP), o HB20 tem design ousado e bastante equilibrado, inspirado nas linhas dos modelos de maior porte da marca sul-coreana, como o sedã médio Elantra. Por dentro, o acabamento agrada, com tecidos e plásticos acima do nível dos  concorrentes.

A Toyota aposta no Etios, o primeiro modelo deste porte a ser produzido pela montadora japonesa no Brasil: além de hatch, o carro terá a versão sedã (Divulgação)
A Toyota aposta no Etios, o primeiro modelo deste porte a ser produzido pela montadora japonesa no Brasil: além de hatch, o carro terá a versão sedã


No mesmo nicho de mercado, a Toyota acaba de lançar o Etios, o primeiro modelo desse porte a ser produzido pela montadora japonesa no Brasil. Além da hatch, o carro terá a versão sedã. Ambas serão equipadas com motores 1.3 e 1.5, sempre com 16 válvulas.

O hatch nipônico terá quatro versões, todas  com duplo airbag. Apenas a mais simples delas não terá freios ABS com EBD. A topo de linha é a XLS, com motor 1.5, faróis de neblina, rodas de liga leve de 15 polegadas, abertura do porta-malas por comando elétrico, travamento das portas por controle remoto e alarme de série. Já o sedã terá apenas três versões, todas com propulsor 1.5, direção com assistência elétrica, freios ABS com EDB e duplo airbag. O modelo já está em produção na fábrica de Sorocaba, em São Paulo.

O Toyota Etios aposta em um design simples, até conservador, sobretudo na versão sedã. Mesmo careta, o visual agrada. Por dentro, o japonês segue a mesma tendência. O destaque, não necessariamente positivo, é o quadro de instrumentos, que fica centralizado no painel, como já fizera o Citroën Xsara Picasso. Em uma categoria na qual o espaço é artigo raro, o porta-malas do sedã impressiona ( 562 litros), mas o da hatch deixa a desejar (270 litros).

A marca aposta na sua fama de carros duráveis e de baixo custo de manutenção para fazer sucesso nesse mercado. Os preços do hatch variam de R$ 29.990 (versão 1.3 de 90 cv) a R$ 42.790 (versão XLS com motor 1.5 de 96 cv). O sedã custa entre R$ 36.190 e R$ 44.690. Comparados aos concorrentes, os preços não são tão competitivos, mas a confiabilidade da Toyota pode fazer a diferença.
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 58 | outubro de 2017