..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Gastrô | Receitas »

Popular e plural

O arroz é o alimento mais consumido do mundo e a quantidade de receitas que podem ser feitas a partir dele é igualmente grandiosa

Dominique Lima - Redação Publicação:21/05/2014 15:47Atualização:22/05/2014 13:06

Com o título de alimento mais disseminado no planeta, o arroz tem papel de protagonista na culinária brasileira especificamente. No país, o consumo diário per capita é de 108 g. Não é por essa razão, no entanto, que a refeição com base nesse grão precisa ser monótona. A diversidade de tipos aliada a receitas criativas possibilitam transformar esse ingrediente em componente inovador de muitos pratos. O sabor neutro e a textura simples do arroz processado marca sua identidade de acompanhamento de base. Já o arroz negro, o vermelho, o integral ou a combinação de diferentes espécies valorizam por si só a receita, trazendo novos sabores à tona.


Para tanto, é possível ainda usar temperos e processos criativos de cozimento. O chef Dudu Camargo ressalta que a mistura de tipos do grão é uma forma de incrementar o prato. “Quem tem costume de usar o arroz sete grãos, por exemplo, tem geralmente o hábito de combinar outros ingredientes, como legumes. Além de usufruir de paladar mais acentuado, conseguem-se pratos mais saudáveis”, conta. A nutricionista Bianca Maria Souza, do Grupo Acreditar e do Hospital Alvorada Brasília, explica que o arroz é composto, em maior parte, de carboidrato e em quantidades menores de proteínas, lipídios, ferro, zinco e aminoácidos. Há certa variedade nutricional entre os diversos tipos, mas todos têm importante papel na alimentação.


“Não é o arroz ou o tipo de arroz que leva a pessoa a engordar. É preciso considerar a quantidade do produto consumido e a atividade que realizamos para queimar essas calorias”, defende a nutricionista. É fato, de qualquer forma, que aqueles que buscam alimentação mais saudável estão mais abertos à variedade no uso do arroz. Segundo Gilberto Costa, proprietário do restaurante Bhumi, de comida orgânica e saudável, seus clientes esperam que os pratos incluam tipos considerados mais nutritivos. “Além dos benefícios possíveis, um arroz diferente, como o vermelho, melhora a experiência gastronômica de muitas formas. Não apenas o sabor, mas todo o visual do prato é diferente”, diz.

 

 

 

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 55 | Julho de 2017