..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Vencedor | Padaria »

La Boulangerie

Unanimemente campeã

Da redação - Redação Publicação:28/08/2014 10:14Atualização:28/08/2014 10:19

 (Raimundo Sampaio / Encontro / DA Press)
O dia amanhece ao som do canto do pão estalando de tão quentinho. Essa é a rotina da La Boulangerie, que, a partir das 7h até a chegada da noite, apresenta aos clientes uma infinidade de massas à base de trigo, nos mais variados formatos, sabores e recheios.

A padaria é tão apreciada pelos fregueses que ostenta a fama de melhor da capital desde sua inauguração, em 2007. Na Encontro Gastrô, consagra-se como bicampeã na categoria Melhor Padaria.


Tudo isso é fruto de árduo trabalho e paixão do boulanger Guillaume Petitgas por esse alimento considerado um dos mais antigos da história. Nas prateleiras, são exibidas baguetes, pães de forma, pain de campagne, boule, fougasse, autrichien com ou sem leite. Mas nada supera o velho conhecido pão francês (R$ 12,90, o quilo).

As receitas de brioche, o padeiro trouxe de sua terra natal, a cidade francesa de Talmont St. Hilaire. Na boulangerie, são assadas fornadas da iguaria com açúcar (R$ 2,85) e com amêndoas (R$ 3,65).

Todos os meses, Guillaume usa a criatividade para elaborar uma receita exclusiva. Para o mês dos pais, a sugestão é o pão salgado recheado com nozes, vinho branco e uvas marinadas. Em uma das poucas e disputadas mesas da padaria, um enxuto cardápio é servido com sugestões de tortas, sanduíches e cafés.
As tartelettes de morango e normande (massa doce com maçãs cozidas e lâminas de amêndoas caramelizadas) estão entre as favoritas. Para acompanhar, xícara de chocolate quente (R$ 9), bule de chá (R$ 6) ou cappuccino (R$ 12).

 

Ao conduzir seu trabalho diário com paixão, Guillaume Petitgas oferece aos brasilienses criatividade 
e sabores inconfundíveis 
na La Boulangerie (Raimundo Sampaio / Encontro / DA Press)
Ao conduzir seu trabalho diário com paixão, Guillaume Petitgas oferece aos brasilienses criatividade e sabores inconfundíveis na La Boulangerie
 

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 55 | Julho de 2017