..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Vencedor | Peixes/frutos do mar »

Coco Bambu

Modelo em expansão

Da redação - Redação Publicação:09/09/2014 09:00Atualização:09/09/2014 10:04

Álvaro Meireles, Beto Pinheiro 
e Hegel Barreira, sócios do Coco Bambu em Brasília: pela segunda vez reconhecidos como o melhor restaurante da categoria na cidade (Bruno Pimentel/Encontro/DA Press)
Álvaro Meireles, Beto Pinheiro e Hegel
Barreira, sócios do Coco Bambu em Brasília:
pela segunda vez reconhecidos como o melhor
restaurante da categoria na cidade

São 13 casas, sete estados e mais de 540 itens no cardápio. Até 2016, serão 17 estabelecimentos – Águas Claras, inclusive, ganha um representante. E como bem já profetiza um dos pratos campeões da casa, o Camarão Internacional (R$ 114,70), o Brasil ficou pequeno e o Coco Bambu vai chegar a Miami.


Com uma operação padrão, a rede, conhecida por seus pratos bem servidos e bufê de segunda a sexta-feira, não para de crescer e dá a entender que ainda tem muito o que mostrar, especialmente em pratos. Resultados de criações feitas pela chef cearense Daniela Barreira, as receitas vão desde frutos do mar até crepes, tapiocas e pizzas. Autora de todo o cardápio, incluindo a carta de bebidas com a ímpar caipicoco (R$ 15), Daniela mantém o método criterioso de testar a mesma receita diversas vezes, com diferentes marcas de produto, até chegar a uma ficha técnica que corresponda ao nível explorado pela casa, bicampeã na categoria. As exigências são repassadas a todas as filiais, que têm pelo menos seis sócios cada uma, responsáveis por garantir a qualidade impecável da marca.


Entre os pratos imperdíveis, está o Camarão Provençal (R$ 164,20). Suficiente para até três pessoas, ele aparece como boa pedida depois do escondidinho de caranguejo (R$ 24,20) e antes de qualquer uma das 30 sobremesas da casa, que seguem o nível de excelência Coco Bambu.

 

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 57 | Setembro de 2017