..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Vencedor | Chef Revelação »

Tatiana Lisboa

Personalidade de viajante

Da redação - Redação Publicação:11/09/2014 10:22Atualização:11/09/2014 10:26
Do dry martini ao coco verde: influências norte-  -americanas e cariocas fazem da mineira  Tatiana Lisboa uma eclética e elogiada chef (Raimundo Sampaio/Encontro/DA Press)
Do dry martini ao coco verde: influências norte-
-americanas e cariocas fazem da mineira
Tatiana Lisboa uma eclética e elogiada chef

Ela nasceu em Brasília, cresceu no interior de Minas Gerais, morou no Rio de Janeiro e teve passagens prolongadas por São Paulo, Miami, Paris e Nova York. Dessa última, carrega uma saudade constante, representada pelas coordenadas geográficas de Manhattan tatuadas na pele, e que não a deixam esquecer a temporada de um ano estudando as cozinhas do mundo no The International Culinary Center.


Com 29 anos, Tatiana Lisboa é, na prática, uma junção dos lugares por onde passou. A cozinha, no contexto, é o cenário onde essas histórias são contadas. Relação que vem de berço, por influência da mãe e da avó – mineiras e cozinheiras de mão cheia –, e aparece como principal combustível para suas receitas. Todo prato que cria, garante, vem da referência de restaurantes ou lugares queridos e nasce da memória afetiva que os sabores, naturalmente, trazem. Assim, na bagagem da chef há a forte influência da cozinha familiar que se mescla com o encanto pelas técnicas francesas, trazidas da Cidade Luz. Exemplo que aparece no Rio Bistrô e Lounge. Consultora-chef responsável pelo cardápio do restaurante que completa um ano em setembro, Tatiana reúne as melhores lembranças gastronômicas à prática das caçarolas. Satisfeita com o resultado, ela firma residência no cerrado, mas não para de pensar em voos futuros.

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 58 | outubro de 2017