..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Coluna »

Papo de Garagem | Fábio Doyle

Fábio Doyle - Publicação:02/10/2014 10:04Atualização:02/10/2014 10:24

 (Divulgação)

                                                            PRÉ-ESTREIA

 

Renegade, o SUV compacto que será o primeiro veículo a ser produzido na nova fábrica da Fiat Chrysler em Pernambuco, será mostrado em outubro, na íntegra e com todos os detalhes, no Salão do Automóvel de São Paulo. A inauguração da fábrica está prevista para janeiro/fevereiro de 2015 e o lançamento comercial do Renegade será em abril do mesmo ano. Tamanha antecedência tem explicação: fazer com que consumidores com planos de comprar um SUV agora aguardem a chegada da novidade.

 


FROTA X ESTRUTURA VIÁRIA


Interessante pesquisa da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP) aponta que a frota de veículos no país cresceu nos últimos anos a uma proporção acima do aumento da estrutura viária. De 2003 a 2012, enquanto a frota teve incremento de 92%, a extensão de ruas e avenidas subiu 16%. O estudo comparou dados de 438 municípios com mais de 60 mil habitantes. Está aí a explicação dos congestionamentos cada vez maiores nos grandes centros e que já chegam ao interior do país. Isso sem falar na falta de investimentos para melhorar os transportes públicos.

SÓ COM LEI

No Brasil, itens de segurança de automóveis precisam de lei impositiva para que a indústria os instale nos carros que fabricam. Foi assim com o airbag e o ABS e parece que assim também será com o sistema Isofix, de fixação de cadeiras para crianças. O único carro nacional que já vem com Isofix é o VW up!. Isso porque a solução já veio no projeto original do modelo, desenvolvido na Alemanha. Lá todos os carros têm Isofix e não foi preciso de lei obrigando a instalação do sistema. Da mesma forma, na Europa, airbag e ABS não dependeram de legislação para que integrassem a lista de série de todos os automóveis.

 

 (Divulgação)
NOVO C E NOVOS PREÇOS

 

A quinta geração do Mercedes Benz Classe C chegou ao mercado brasileiro. O sedã mais vendido da poderosa alemã passou por um marcante trabalho de reestilização que o deixou rejuvenescido, sem no entanto perder a postura clássica que marca a personalidade de todos os carros com a estrela de três pontas. A meta é atrair consumidores que, mesmo mais jovens, têm preferência pela BMW.  O preço agora começa em R$ 138.900 para a versão de entrada (C 180 Avantgarde) e atinge R$ 189.900 para a topo de linha (C 250 Sport). Com isso, acabou a facilidade de comprar um Classe C por pouco mais de R$ 100 mil, preço de venda das derradeiras unidades da quarta geração do sedã. Vamos aguardar agora a estratégia para o CLA, sedã do segmento um degrau abaixo do C, mas que até então era vendido aqui por preços mais salgados, já que a oferta para o Brasil se limita a duas versões superiores: o CLA 200 (R$ 150.500) e o CLA 45 AMG (R$ 289.900). A promessa era de que, após a chegada do novo Classe C, versões mais básicas do CLA serão acrescentadas à lista disponível no Brasil.

 

 

 (Divulgação)

                                                            CORRENDO ATRÁS

 

Não tem três portas, mas tem espaço para cinco passageiros, freio a disco nas quatro rodas e o estepe não ocupa espaço na caçamba. Essas são algumas compensações do novo Volkswagen Saveiro cabine dupla para enfrentar o Fiat Strada cabine dupla, sucesso de vendas que, com a criativa ideia da terceira porta, atraiu muitos compradores. O caminho da VW para chegar perto da Fiat nesse segmento é longo. De janeiro a julho deste ano, enquanto a VW vendeu cerca de 40 mil unidades da Saveiro, as vendas do Fiat Strada ficaram em torno de 80 mil unidades.

 

                                                             TRASEIRA FELIZ

 

Brasileiros adoram traseiras. São incontáveis os modelos que fracassaram em vendas por terem uma traseira mal resolvida. Nesse aspecto, o novo Fox, que a Volkswagen acaba de lançar, não corre risco. A diferença ficou por conta das lanternas, maiores em comparação ao modelo anterior e em posição horizontal. O novo conjunto ótico passa a ser duplo e dividido entre a lateral do veículo e a tampa do porta-malas, mantendo a assinatura visual noturna, padrão da marca no mundo (Volkswagen Night Appearance).

 

 

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 55 | Julho de 2017