..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Coluna »

Vida Digital | Fred Bottrel

Fred Bottrel - Colunista Publicação:02/10/2014 12:36Atualização:02/10/2014 16:29

O professor Fábio Silva Ramos aposta no  futuro dos jogos digitais: 
'Os alunos já vêm  uma grande oportunidade' (Vinícius Santa Rosa / Encontro / DA Press)
O professor Fábio Silva Ramos aposta no
futuro dos jogos digitais: "Os alunos já vêm
uma grande oportunidade"

 

 

SIMULAÇÃO DE FUTURO



Nem só de diversão vive o programador de jogos. O universo dos games pedagógicos ajuda a expandir os limites profissionais do setor no Brasil. “É um mercado que ainda dá os primeiros passos. E os alunos vêm nisso uma grande oportunidade”, aposta o professor Fábio Silva Ramos, do curso de jogos digitais do Iesb. Junto aos aprendizes do curso técnico, desenvolveu um game baseado nos princípios da segurança do trabalho. A interface simula o ambiente de uma obra e permite a aprendizagem de conceitos, para treinamento de profissionais. Os elementos foram inspirados em trabalho transdisciplinar com os colegas do curso de segurança.  Batizado de Safety first, deve ser lançado para plataforma web até o fim do ano. Tudo parece muito simples no game desenvolvido pelos futuros tecnólogos em jogos digitais, mas o setor promete: estudo da consultoria global Ambient Insight projeta, até 2017, crescimento de 23% no mercado internacional de games de simulação para treinamento. “Nosso foco agora passa a ser os jogos mobile, outra fronteira a ser explorada”, diz Ramos.

 (Raimundo Sampaio / Encontro / DA Press)
ÁUDIO DO BEM

São sempre inspiradoras as ideias que colocam a tecnologia a favor de causas nobres. Merece destaque aquela que veio da escritora Adriana Ribeiro, que acaba de publicar o audiolivro Vitrais. A coletânea traz textos lidos por voluntários para difundir a leitura para deficientes visuais. Adriana convoca o voluntariado virtual, que participa via internet: é só gravar o seu áudio e enviar para o projeto. Os arquivos ficam disponíveis, na própria rede, para os deficientes visuais. É fácil ser voluntário. No site www.purpurinar.com.br você encontra todas as instruções para contribuir com o projeto. As dúvidas podem ser sanadas pelo e-mail projetopurpurinar@gmail.com. 

 

 (Divulgação)
G WATCH

O Android Wear mostra a que veio com o G Watch, versão do sistema da Google para os chamados gadgets vestíveis. É meio assustadora a tendência de sistemas operacionais espalhados por roupas e assessórios, mas o design agradável do aparelho torna a coisa mais simpática do que parece à primeira vista. O brinquedinho traz informações como rota do Google Maps para o pulso e se conecta a outros dispositivos por Bluetooth. Quando estiver no trânsito, o dono do relógio pode atender ligações por meio do aparelho e usar comando de voz para responder mensagens de texto. Promete resistir a mergulhos de até 1 m e também à poeira.

 

 

 

 

 

 

O BOM NEGÓCIO DO HUMOR

 (Divulgação)
O canal de humor brasiliense Só 1 Minuto comemora um ano no ar com 5 milhões de visualizações e 100 mil inscritos. O número pode parecer pequeno frente ao fenômeno Porta dos Fundos, suprassumo desse mercado, mas a trupe candanga já dá os primeiros passos rumo à monetização do negócio. “O retorno do Google AdSense paga nossos custos, mas ainda investimos muito tempo”, conta o diretor e roteirista, Flavio Nardelli. “Como temos patrocínio por meio de renúncia fiscal para nossos espetáculos no teatro, estamos propondo isso também para a internet”, conta, citando que as peças chegam a 30 mil pessoas e um vídeo de humor no Youtube às vezes alcança 1 milhão.

Veja alguns vídeos do Canal Só 1 Minuto, no Youtube:


COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 55 | Julho de 2017