..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

VEÍCULOS »

À prova de buracos

Fábio Doyle - Publicação:03/03/2016 16:33Atualização:03/03/2016 17:36
Ford lança novidades  na linha 2017 do Fusion (divulgação)
Ford lança novidades na linha 2017 do Fusion
Muito apropriada para o Brasil a novidade tecnológica que a Ford introduz na linha 2017 do Fusion: um sistema que detecta os buracos na pista. Chamado de CCD (continuously controlled damping), ele é composto por 12 sensores que fazem a leitura da pista para detectar as irregularidades do piso. Os dados são analisados pelo computador de bordo, que ajusta os amortecedores a cada 2 milissegundos – mais rápido que um piscar de olhos – para responder a cada situação. Desse modo, impede que a roda caia no fundo do buraco e reduz o impacto na outra borda. Ao mesmo tempo, envia um sinal à suspensão traseira, que assim consegue responder à mesma situação ainda mais rápido. No vídeo de apresentação, bolinhas de pingue pongue são colocadas nos buracos. O carro passa por cima com uma roda e elas ficam intactas. A outra novidade nesse modelo é o potente motor V6 EcoBoost de 330 cv.
 
 
 
 (divulgação)
Aston fica em seu quintal
 
Depois de estudar os EUA e a Europa continental para construir uma nova fábrica onde produzir o DBX crossover, a Aston Martin acabou decidindo ficar mesmo em seu quintal. a construção da nova unidade industrial começa em breve, onde antes existia um campo de aviação em Glamorgan, no sul do País de Gales. O local fica a 210 km de sua sede, em Gaydon, no centro da Inglaterra, até agora é a única linda de montagem. O DBX foi apresentado ao mercado pela Aston há um ano, no salão de Genebra. O plano é atingir a produção anual de 5 mil unidades do modelo. O estado do alabama (EUA) estava entre as opções por já sediar uma fábrica da Mercedes Benz Daimler e também pelo fato de o DBX usar a plataforma de marca alemã. A Daimler tem 5% de participação na Aston.
DBX crossover (Divulgação)
DBX crossover

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 58 | outubro de 2017