..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

ESPECIAL MAIO | Tendências »

O que está em alta

Casar nunca sai de moda, mas os detalhes que são elogiados em uma época chegam a ser menosprezados pouco tempo depois. Para não errar nas escolhas, confira dicas de especialistas disputados no mercado

Isabela de Oliveira - Redação Publicação:23/05/2016 12:53Atualização:23/05/2016 13:40
Modelos mais lânguidos e uma falsa desestruturação do vestido de noiva, imperceptíveis aos olhos, estão com tudo: o exemplar da disputada Maria Virginia retrata bem o estilo (Chá das Duas/ Divulgação)
Modelos mais lânguidos e uma falsa desestruturação do vestido de noiva, imperceptíveis aos olhos, estão com tudo: o exemplar da disputada Maria Virginia retrata bem o estilo
Casais juntos há muito tempo asseguram que não existe fórmula perfeita para o amor. A receita da felicidade de cada história é temperada com os ingredientes mais variados, mas nunca os mesmos. É por isso que, no momento de selar a união, a diversidade não pode faltar. Apesar de os casamentos seguirem certo protocolo, as opções para dar personalidade a cada celebração são infinitas. Ciente das dificuldades dos noivos em determinar os detalhes da hora do sim, Encontro Brasília levantou o que é atualmente tendência para fazer um casamento dos sonhos.

Para os noivos: ternos em tons de azul 
caem bem e se adequam facilmente
a diferentes biotipos de homens (Camargo Alfaiataria/ Divulgação)
Para os noivos: ternos em tons de azul
caem bem e se adequam facilmente
a diferentes biotipos de homens
Há seis anos no mercado, a consultora de eventos Natacha Lucena, especializada em matrimônios, diz que contratar um profissional que ajude nas escolhas dos casais está em alta. É diferente do que faz um cerimonialista, classificado por ela como “a alma do casamento”: “Trabalhamos em conjunto. Enquanto eu ofereço uma assistência personalizada para a noiva, ele trata de aspectos objetivos da festa, como a confirmação de presença dos convidados e o acompanhamento tanto do ensaio na igreja quanto da execução do evento em si. Normalmente, crio uma intimidade com as noivas que os cerimonialistas não chegam a gerar”, diz a consultora.

Natacha aposta também no crescimento das demandas por miniweddings, que permitem que os noivos deixem com a cara deles até o local da cerimônia. Por vezes é um local marcante, como o hotel para onde fizeram a primeira viagem, o jardim onde se conheceram, o museu onde se encontraram pela primeira vez ou o restaurante preferido. Os chamados destination weddings são a opção para noivos que preferem uma festa longe de Brasília. “Pode parecer estranho, mas não é. O custo fica reduzido porque os noivos contratam pacotes e os convidados, em algumas situações, pagam suas próprias viagens”, diz Natacha Lucena.
 

Renata Hurtado trouxe para o seu casamento alguns itens que são tendências nas festas: suco detox, vasinhos com amêndoas e caixas de bem-sonhado para os convidados levarem para casa (Raimundo Sampaio/ Encontro/DA Press)
Renata Hurtado trouxe para o seu casamento alguns itens que são tendências nas festas: suco detox, vasinhos com amêndoas e caixas de bem-sonhado para os convidados levarem para casa
O equilíbrio entre o diferente e o clássico foi o que a servidora Renata Faria priorizou em seu casamento, firmado no início de abril. Uma das novidades inseridas à festa foi o suco detox, distribuído no fim da festa, enquanto os manobristas buscavam os carros. Ela fez questão de incluir também, entre as novidades, vasinhos com amêndoas e caixas de bem-sonhado para serem levados para casa.

Os alimentos servidos na festa são um assunto que sempre estão na pauta quando o assunto é tendência. “Matéria-prima fresca e de excelente qualidade é uma exigência comum, já que os paladares estão cada vez mais apurados”, afirma o chef Massimo Battaglini, do Evo Buffet. Observador de modismos, ele aposta no conceito “restaurante dentro da festa”, no qual o chef cria de três e cinco pratos que podem ser escolhidos, como em um restaurante, pelo convidado. “O cardápio da festa tem de ser inesquecível”, assinala Massimo.
Todo cuidado com os convidados de colo: os nubentes podem criar uma área só para crianças, incluindo fraldário e espaço para amamentação (Brinq Baby/ Divulgação)
Todo cuidado com os convidados de colo: os nubentes podem criar uma área só para crianças, incluindo fraldário e espaço para amamentação

Quanto às bebidas, Karla Mendes, da Help Bar, considera os drinques tão interessantes quanto os espumantes e os vinhos. O cardápio pode incluir combinações sem álcool, muito cotadas em celebrações evangélicas, por exemplo. Ela cita também um drinque concebido especialmente para mimar as noivas: “Por ser o Ano do Macaco no horóscopo chinês, elaboramos uma bebida que traz um macaquinho em miniatura nos sabores chocolate amargo e banana”, conta Karla. Para diferentes perfis de convidados, o drinque da vez, na opinião da especialista, é o Moscow Mule, uma bebida com vodca, ginger beer e limão. “Ele é tendência, somado à coquetelaria molecular, espuma cítrica ou de gengibre”, detalha.
'O ideal é criar um convite que daqui há alguns anos seus filhos e netos vejam e achem atual', diz Fabiani Christine, proprietária da Dot Paper (Rayan Ribeiro/ Divulgação)
"O ideal é criar um convite que daqui há alguns anos seus filhos e netos vejam e achem atual", diz Fabiani Christine, proprietária da Dot Paper
 

Em relação aos bolos, o que se percebe é que, pouco a pouco, as maquetes têm sido substituídas por massas de verdade. A recém-casada Renata Faria, por exemplo, optou por três bolos de verdade na mesa. Os noivinhos que enfeitam o topo também foram repaginados. Não são mais feitos com biscuit nem sequer precisam ficam em cima do bolo. Há opções de porcelana ou de madeira, mas também há quem abra mão deles e orne os topos de bolo com flores naturais ou de açúcar.
Os drinques roubam a cena no cardápio de bebidas dos casamentos moderninhos: Monkey (ao lado) e Moscow Mule são bem cotados nas festas da Help Bar (Waldyr Lantyer/Divulgação)
Os drinques roubam a cena no cardápio de bebidas dos casamentos moderninhos: Monkey (ao lado) e Moscow Mule são bem cotados nas festas da Help Bar

Apetitosos: em relação aos
 bolos, o que se percebe é
 que as maquetes têm sido 
substituídas por massas de
 verdade nas mesas (Alexander Muradas / Divulgação)
Apetitosos: em relação aos
bolos, o que se percebe é
que as maquetes têm sido
substituídas por massas de
verdade nas mesas
Os tradicionais bem-casados não saem de moda. Mas amêndoas, brownies e bem-sonhados também são opções que agradam convidados. Luiza Galvão, sócia da empresa brasiliense Brauny’s, diz que os quitutes típicos dos Estados Unidos têm sido cada vez mais cotados nas festas, especialmente porque, no caso dos confeccionados por ela, são artesanais. E, embora a produção dos brownies siga uma receita de família, podem ser personalizados, conforme a vontade dos noivos. “Podem ser recheados com doce de leite, chocolate, castanhas, beijinhos de coco e nozes. A embalagem pode tanto ser mais despojada quanto de tecido. Tudo isso pode ficar com a cara da festa”, diz.

Quando o assunto são trajes, o retorno ao clássico é a regra. Desde o casamento da duquesa de Cambridge, Kate Middleton, as noivas têm preferido looks mais refinados, com renda, véu sobre o rosto e tiaras de princesa. Segundo a estilista Maria Virginia, o vestido tomara que caia tem sido substituído por cortes com decotes mais altos, como canoa. A profissional explica que decotes nas costas combinam com modelos de manga longa. E, em vez de tule, podem ser cobertos por rendas e franjas de cristais. Os detalhes são inspirados na moda dos anos 1920, muito bem retratada no filme O Grande Gatsby, de 2013. Maria Virginia diz que modelos mais lânguidos e uma falsa desestruturação do vestido, imperceptíveis aos olhos, marcam a tendência. Estilos sereia e princesa continuam fortes, além da aplicação de cristais e algumas flores. Rendas com padronagens com motivos mais próximos ao animal print também podem ser consideradas na hora da decisão.
 
Natacha Lucena é consultora de casamentos e sempre lança novidades: um exemplo é o carrinho em formato de Kombi para servir guloseimas (Raimundo Sampaio/ Encontro/DA Press)
Natacha Lucena é consultora de casamentos e sempre lança novidades: um exemplo é o carrinho em formato de Kombi para servir guloseimas

A estilista diz que, mesmo em momento de crise, as escolhas dos tecidos devem ser sofisticadas. E indica musseline, renda ou zibelina. Seda e cetim, por outro lado, já saíram de moda. Vestidos com pérolas no lugar do habitual branco têm chamado cada vez mais atenção.

A valorização do clássico também se aplica à escolha dos sapatos. Ainda que noivas mais modernas optem por coloridos, os estilos mais tradicionais, como o peep-toe nude, são uma fórmula infalível da elegância. Segundo o estilista de sapatos Daniel Valadares, detalhes como brilho e saltos em torno de 10 cm são interessantes, além de sandálias que trazem em si “a personalidade sexy e tropical da brasileira”.
Quitutes típicos dos Estados Unidos têm sido cotados em festas brasilienses, especialmente os brownies artesanais, como os da Brauny's (Rodrigo Zago/ Divulgação )
Quitutes típicos dos Estados Unidos têm sido cotados em festas brasilienses, especialmente os brownies artesanais, como os da Brauny's

Valdir Farias, responsável pela Camargo Alfaiataria, no Lago Sul, defende que os trajes, especialmente os do noivo, devem levar em consideração o horário do evento e a proposta da decoração. Entre os futuros maridos, ternos em tons de azul são populares, especialmente se colorirem modelos de dois botões, que se adequam facilmente a diferentes biotipos.

'Matéria-prima fresca e de excelente qualidade
 é a tendência, já que os paladares estão cada vez
 mais apurados', diz o chef Massimo Battaglini  (Plinio Ricardo / Divulgação)
"Matéria-prima fresca e de excelente qualidade
é a tendência, já que os paladares estão cada vez
mais apurados", diz o chef Massimo Battaglini
Assim como a costura, no que diz respeito à maquiagem e cabelo, a aposta é no “menos é mais”. “O profissional deve valorizar o que a noiva tem de bonito e peculiar. O mais importante é ela se sentir a mais linda de todas no dia do casamento”, observa Karine Cavalcanti, do salão Red Hais Make Up. A dica é: se os olhos forem bem marcados, o batom deve ser nude. Mas se o tom na boca for enérgico, como vermelho, os olhos devem ser suaves. O penteado ainda obedece ao gosto da noiva, mas, assim como todo o resto, os fios devem ter aspectos naturais.
 
Ana Cláudia Miziara, da Villa Rizza, diz que a decoração de casamentos tem seus curingas, mas há novidades relacionadas a lustres, flores e folhagens para ornar o teto. Segundo ela, o melhor é que sejam limitados à área do bolo e doces, que devem priorizar os tons claros. Jogos americanos substituíram de vez as toalhas, e o sousplat permanece na mesa, podendo combinar com as taças e os talheres.
“Também observo que as noivas têm adotado a passarela de vidro para o grande momento. Ela dá um efeito lindo, comparação à antiga moda de tapetes vermelhos”, diz a proprietária de uma das primeiras casas de festa de Brasília.

Em termos de infraestrutura, a novidade é a brinquedoteca com monitores e de brinquedos para pequenos de diferentes idades: até os 3 anos, as crianças têm opções lúdicas de diversão, enquanto os mais velhos se distraem com mesas de atividades, jogos, ateliê de pintura e oficinas. Beatriz Oliveira, da Brinq Baby, diz que as noivas podem optar também por fraldário e área para amamentação com cadeira de balanço.
 
Adeus, toalhas: os jogos americanos estão em alta, os sousplats permanecem na mesa e podem combinar com as taças e os talheres (Rafael Bigarelli/ Divulgação)
Adeus, toalhas: os jogos americanos estão em alta, os sousplats permanecem na mesa e podem combinar com as taças e os talheres

Segundo o estilista de
sapatos Daniel Valadares, 
detalhes como brilho e saltos
em torno de 10 cm são
interessantes: conferem 
personalidade (Maria Virginia/Divulgação)
Segundo o estilista de
sapatos Daniel Valadares,
detalhes como brilho e saltos
em torno de 10 cm são
interessantes: conferem
personalidade
Sobre os convites, Fabiani Christine, proprietária da Dot Paper, papelaria especializada na criação de produtos personalizados, reforça as recomendações dos especialistas: “quanto mais clássico, melhor” é a regra para os convites. “A ideia é criar um convite que daqui há 10, 15 anos seus filhos e netos possam ver e achar atual.” É importante optar por papéis de qualidade, com boa gramatura (os mais básicos pesam no mínimo 240 g). Os acabamentos, diz a empresária, fazem a diferença. Os relevos, por exemplo, podem ser seco, americano ou francês. “Os lacres podem ser de cera ou de prata, as fitas podem ser de gorgorão e as bordas também são pontos diferenciais”, comenta Fabiani.

O horário do casamento é outro aspecto que influencia na escolha do convite: “Para o casamento matinal ou no campo, o convite pode ser floral, ter cores com uma estampa delicada, o que não poderia ocorrer para um casamento à noite.” Segundo ela, neste caso, os tons mais usados são os clássicos dourado ou prata.
Fabiani cita uma “tendência fofa” de fazer um convite especial para pajens e daminhas: caixinhas com guloseimas, bonecas e ursinhos, que despertam a vontade dos pequenos de participar da festa. “Já fizemos com quebra-cabeças, ursos personalizados com placas gravadas e bonecos com nomes bordados. Os convites tornam-se uma recordação que pode durar muito tempo depois do casamento.”
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 57 | Setembro de 2017