..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

ENCONTRO GASTRÔ »

O jovem mestre

Marcelo Petrarca vence como "Melhor Chef" na Encontro Gastrô 2016

Da redação - Redação Publicação:06/10/2016 09:45
MELHOR CHEF
 
Ex-jogador de futebol profissional, o gaúcho nascido em Pelotas teve o primeiro contato com a cozinha por meio de um restaurante da família. De lá para cá, o caminho de Marcelo Petrarca seguiu em frente. Depois de estagiar com Dudu Camargo, responder por pratos do restaurante contemporâneo de Mara Alcamim, de ter passado pelo extinto Gazebo e pela Grand Cru, ele apostou em uma temporada fora do país. Foi depois de passar pelo italiano Ristorante Cracco que o chef formado pelo Iesb criou, ao lado dos dois irmãos e sócios, o restaurante que queria. E não parou por aí.
O chef com a mão na massa: simpático e extrovertido, Marcelo Petrarca tem a informalidade como marca (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
O chef com a mão na massa: simpático e extrovertido, Marcelo Petrarca tem a informalidade como marca

Desde que abriu o Bloco C, em janeiro de 2015 - o que lhe rendeu o prêmio de Restaurante Revelação naquele ano -, Petrarca é uma cabeça ativa, que não diminui o ritmo de renovação, seja em pratos seja em projetos. O chef de apenas 28 anos mirou na fórmula de cozinha benfeita, que chega ao paladar afetivo, e acertou. O resultado está no salão de concreto e no tratamento afinado da equipe.
Moqueca de polvo (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Moqueca de polvo

Mas o que tem destacado o cozinheiro, que comanda também o Melhor Restaurante de Brasília, é a percepção certeira sobre o que o público brasiliense gosta e quer. Costumeiramente no salão, é com um jeito simpático e extrovertido que Petrarca recebe seus muitos clientes. De políticos a nomes da sociedade, a informalidade é a mesma. A pompa fica por conta das horas que ele passa na cozinha explorando os ingredientes dos pratos especiais da semana, anunciados em plaquetas sobre as mesas, ou executando sua outra meia dúzia de ideias que não param de chegar. Uma mente criativa que acredita ter encontrado o ponto-chave do sucesso: pratos bem elaborados, mas muito fáceis de comer.
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 59 | novembro de 2017