..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

GASTRÔ | Ingrediente »

Ame-o ou deixe-o!

Especiaria que desperta amor e ódio, o coentro tem sabor intenso e dá um toque especial a vários pratos

Wal Sousa - Publicação:25/10/2016 14:06Atualização:25/10/2016 14:13
Rafaela Jardim, chef do restaurante nordestino Bem Arretado, usa o coentro em muitas receitas, mas não exagera: 'Se for usado em grande quantidade, toma todo o sabor da refeição' (Bruno Pimentel/Esp.Encontro/DA Press )
Rafaela Jardim, chef do restaurante nordestino Bem Arretado, usa o coentro em muitas receitas, mas não exagera: "Se for usado em grande quantidade, toma todo o sabor da refeição"
Muito utilizado em algumas regiões do Brasil, o coentro é conhecido por seu aroma marcante, sabor cítrico e forte que desperta amor ou ódio, sem meio-termo. Os apreciadores adoram degustá-lo nas refeições, mas os que não gostam ficam irritados quando o encontram de “surpresa” em seus pratos. O condimento é facilmente confundido com a salsa, por serem parecidos, porém, com sabor e aroma bem distintos, o coentro é considerado um tempero mais intenso. Com alto percentual de nordestinos vivendo no DF, o coentro é bastante utilizado na gastronomia local, principalmente nas casas que oferecem pratos típicos da região.

Inaugurado há cinco meses, o Bem Arretado é especializado em cozinha nordestina sob o comando da chef Rafaela Jardim, que diz usar bastante coentro em seus pratos, mas, devido à reclamação de alguns clientes, passou a colocá-lo à parte. A chef do restaurante acredita que o gosto intenso faz com que algumas pessoas não apreciem a especiaria. Segundo ela, se o ingrediente for usado em grande quantidade, toma todo o sabor da refeição, por isso deve ser adicionado com moderação.

“Tivemos uma situação com uma cliente que pediu carne de sol acompanhada de feijão-fradinho e perguntou se o condimento fazia parte da receita. Diante da resposta afirmativa, levantou-se e foi embora. Nem tive tempo de dizer que todos os pratos do cardápio podem ser preparados sem o coentro, com exceção do arroz cangaceiro, que leva a erva na mistura”, conta Rafaela, lembrando que essa situação não é corriqueira.

Vitória Bezerra é apaixonada pelo tempero e o utiliza 
para fazer pratos com peixe e galinha: 'Gosto do cheiro 
e por ser levemente picante' (Raimundo Sampaio/Esp.Encontro/DA Press)
Vitória Bezerra é apaixonada pelo tempero e o utiliza para fazer pratos com peixe e galinha: "Gosto do cheiro e por ser levemente picante"
A goiana Vitória Bezerra reside em Brasília há muitos anos e sempre gostou de temperar os alimentos com coentro. “Quando tenho em casa, uso em tudo o que vou preparar, na peixada, na salada ou na galinhada. Sinto que ele adiciona um sabor especial à comida. Aprendi com minha família a utilizar o tempero. Gosto do cheiro e por ser levemente picante. Uso a salsa também, mas nada se iguala ao coentro”, diz.

Na infância, a comerciante Kamilla Santana provou coentro pela primeira vez e detestou tudo, aroma, sabor e a textura. Esse verdadeiro pavor pelo coentro já a colocou em situação embaraçosa: “Estava em Salvador a passeio e me convidaram para almoçar. O prato era uma moqueca feita especialmente para mim, mas quando foi servida percebi que havia coentro e nem provei o prato. Foi desagradável, mas não comi. O sabor do coentro é péssimo”, diz.

Kamilla Santana provou coentro uma vez e não come nada que leve a especiaria: a comerciante detesta o aroma, o sabor e a textura (Bruno Pimentel/Esp.Encontro/DA Press )
Kamilla Santana provou coentro uma vez e não come nada que leve a especiaria: a comerciante detesta o aroma, o sabor e a textura
Bom para a saúde
 
Apesar das opiniões divergentes, quem consome a especiaria beneficia a saúde com suas inúmeras vantagens. A nutricionista Denise Glória da Costa explica que o coentro possui propriedades fitonutricionais, ou seja, é boa fonte de minerais como potássio, cálcio, ferro e magnésio, vitaminas A, B, C e K e compostos ativos, que conferem os benefícios dessa planta para o tratamento de desordens digestivas (halitose, azia, flatulência, cólicas abdominais).

Também promove melhora nos sintomas de resfriado, reduz ansiedade, é anti-hipertensivo, analgésico e equilibra a glicose sanguínea. “Para quem não gosta do coentro, mas quer tirar proveito de seus benefícios, ele pode ser adicionado à dieta por suplementação do extrato seco em cápsulas, gomas e sachês manipulados, como alternativa estratégica para conseguir extrair suas vantagens, mantendo as propriedades.”

De acordo com Denise, o coentro é caracterizado como planta medicinal, portanto, é capaz de produzir uma variedade de substâncias, entre elas, os polifenóis e os compostos fenólicos e carotenoides, responsáveis por sua atividade antioxidante, antimicrobiana e antibactericida.
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 59 | novembro de 2017