..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

ESPECIAL LUXO | Gastrô »

Paladar refinado

Feitos com ingredientes que chegam a ser comparados a ouro, alguns pratos são puro requinte, mais ainda quando harmonizados com bons vinhos

Jéssica Germano - Redação Publicação:24/11/2016 15:04
Corte de wagyu com farofa de pistache e palmito de pupunha com alcaparrones, o prato que harmoniza perfeitamente com o vinho Montes Alpha 'M' 2011 (Raimundo Sampaio/Esp.Encontro/DA Press)
Corte de wagyu com farofa de pistache e palmito de pupunha com alcaparrones, o prato que harmoniza perfeitamente com o vinho Montes Alpha "M" 2011
O ambiente, de antemão, costuma dizer muito. O serviço afinado ao receber o comensal, a disposição de talheres e a apresentação do menu são alguns outros quesitos que culminam na experiência diferenciada de degustar um prato bem elaborado. Compostas em sua maioria por matérias-primas que custam facilmente 10 vezes mais do que produtos comuns, determinadas receitas criadas por chefs da capital transformam-se em verdadeiras obras-primas, estimadas em valor e sabor.

Não é só glamour. Alguns deles merecem, efetivamente, o status de iguaria. São ingredientes que, quando entram em cena, mostram a que vieram e garantem um grand finale por si só. Facilmente eleitos como protagonista, um filete de foie gras, alguns gramas de fava de baunilha ou uma posta de lagosta brilham à altura.

“Nós sempre buscamos os melhores”, diz o chef do Limoncello Ristorante, Victor André, sobre o procedimento de escolha por bons fornecedores, já praxe na casa de vertente italiana contemporânea. Por conta disso, é natural as notas fecharem um pouco mais altas. Ele lembra, por exemplo, que tanto o açafrão e o pinoli quanto a burrata vêm de profissionais especializados nesses produtos, sendo a maioria italianos. E isso se reflete, naturalmente, na conta que chega à mesa para o cliente.

No Gero, a trufa negra que repousa sobre muitas das receitas tradicionais italianas é comprada a 900 reais, o quilo. Tudo para garantir que o cliente tenha a melhor experiência: “Ela tem um sabor único, que não vai achar em outra iguaria, a não ser ela mesma”, observa Ronny Peterson, dando pistas de por que comumente se faz referência a “ouro no prato”, quando alguns desses elementos são mencionados.

No comando das parrillas do Pobre Juan, estabelecimento conhecido pelos cortes nobres de carne, o chef Orlando Dutra é firme sobre a impressão do brasiliense a respeito de produtos mais refinados. “Eu tenho certeza de que o cliente percebe a diferença. E o que nós buscamos aqui é a excelência”, declara, orgulhoso pela qualidade que serve. Veja a seguir seis receitas encontradas em salões de destaque da cidade que entregam luxo à mesa ao brindarem com a harmonização do vinho perfeito.
 
 
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 57 | Setembro de 2017