..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

COLUNA »

Papo de garagem

Fábio Doyle - Publicação:28/11/2016 09:21Atualização:28/11/2016 09:44
ÍCONE DOS ELÉTRICOS

As vendas nos Estados Unidos do Tesla Model S sedã cresceram 59% em relação ao terceiro trimestre de 2015, aumentando a liderança da marca entre os carros de luxo. A Tesla, ícone dos carros elétricos, divulgou comunicado que é agora responsável por quase um terço de todas as vendas no segmento. Seus principais concorrentes são o BMW Série 7 e o Mercedes-Benz Classe S. No mercado de SUVs e crossovers de luxo, as vendas nos EUA do Model X totalizaram 5.428 unidades no terceiro trimestre, o que representa 6% do mercado de luxo. É o melhor resultado após o lançamento, no início deste ano. Segundo a associação dos fabricantes de carros elétricos dos EUA, o Model X superou Porsches e Land Rovers, mas ainda está atrás de sete modelos SUV da Mercedes, BMW, Cadillac, Volvo, Audi e Lexus. O passo decisivo para que a marca fique ao lado dos maiores do mundo será o lançamento do Model 3, sedã médio-compacto elétrico, que chega em 2017 ao preço de 35 mil dólares para o mercado norte-americano. O Model 3 será um dos carros mais acessíveis no segmento de entrada da classe de luxo, e se Elon Musk, CEO da Tesla,  atingir a meta de 500 mil unidades por ano em 2018, a marca poderá se posicionar entre as três maiores na categoria premium. A Tesla já está presente na América do Norte, Europa e Ásia.
 (Divulgação)

MENOR, MAS MELHOR

O Salão do Automóvel de São Paulo deste ano, de 10 a 20 de novembro, que pela primeira vez não será no Anhembi, promete ser mais enxuto, mais moderno, mais dinâmico e confortável. Será na São Paulo Expo. A crise econômica, sem dúvida, é a causa da redução de seu tamanho, mas em compensação o local, totalmente refrigerado, será mais confortável e dará à mostra, que anuncia 150 lançamentos e 540 veículos expostos, um ar mais civilizado. No estande da Audi, a principal atração será a segunda geração do Audi R8 Coupé V10 plus, um verdadeiro foguete com potência de 610 cv, que acelera de 0 a 100 km/h em 3,2 segundos e atinge velocidade máxima de 330 km/h.
 (Divulgação)

OFF ROAD

Já a Fiat Chrysler Automobile (FCA), que disputará com a General Motors o título de maior e mais atraente estande do Salão de São Paulo, além do recém-lançado Jeep Compass e do Mobi, finalmente com motor de três cilindros, dará destaque especial ao Jeep Wrangler Willys 2016 em edição especial e limitada.

MAIS FÔLEGO PARA O TRACKER

É um SUV compacto que agrada, mas as vendas no Brasil estão abaixo do potencial do carro. Falamos do Chevrolet Tracker, importado do México, com preço pouco competitivo e volumes limitados de importação. Na soma de emplacamentos de janeiro a setembro, ocupa a nono lugar do ranking dos SUVs e no ano passado terminou na sétima posição. A GM espera dar mais fôlego ao Tracker 2017, que, apesar de ainda importado do México, chega com configuração específica para o mercado brasileiro: terá motor 1.4 turbo flex, transmissão automática sequencial de seis velocidades, Stop/Start e sistema OnStar. As vendas começam ainda neste ano, mas o preço só será Divulgado após o Salão do Automóvel de Salão Paulo, na primeira quinzena deste mês.

EMOÇÃO GELADA

Aproveitando sua estrutura de testes de frio na Lapônia, Suécia, a Jaguar Land Rover criou o que chama de academia de direção no gelo. Os inscritos participam de cursos teóricos e práticos, acompanhados de experts, testando o Jaguar F-Type, F-Pace e Range Rover Sport em temperaturas abaixo de zero nas pistas de gelo esculpidas em um lago congelado localizado no meio do Círculo Polar Ártico. Um itinerário com veículos clássicos também está disponível. Os clientes podem experimentar o Jaguar MKII, MKVII ou XK150 (à dir.), ou o Land Rover Series I, Series II e Series III, sem freios modernos, direção hidráulica ou controle de tração. Esse deve ser o maior desafio. O programa de três ou quatro noites, custa 2.490 euros e as reservas estão abertas para viagens a partir de janeiro de 2017. Os interessados podem obter mais informações nos websites jaguar.com/icedrivesweden ou landrover.com/icedrivesweden.
 (Divulgação)

GEELY CRIA MARCA

O grupo chinês Geely, que comprou a sueca Volvo da Ford há seis anos, está prestes a lançar uma nova marca de carros, a Lynk & Co. O objetivo é ampliar a presença no segmento intermediário do mercado. As vendas de carros da nova marca começarão na China no ano que vem e logo em seguida na Europa e Estados Unidos. A marca será utilizada para lançar o primeiro veículo com a plataforma CMA, arquitetura complexa modular desenvolvida por Geely e Volvo. A nova marca recebeu o codinome “L” e antes mesmo do anúncio oficial já havia lançado o website (www.lynkco.com) da holding.
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 57 | Setembro de 2017