..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

ESPECIAL DE FIM DE ANO | Decoração »

O Natal põe a mesa

Cinco decoradores da cidade apresentam suas ideias de composições temáticas, do rústico ao mais despojado

Wal Sousa - Publicação:14/12/2016 10:14
A decoração da mesa para a noite de celebração do Natal não precisa seguir padrões, desde que combine com o estilo da pessoa e seja perfeita para receber familiares e amigos. Para servir de inspiração, elegemos cinco temas que ajudarão no décor de sua festa: mesa rústica, para quem vai passar no campo; moderna, que combina com os mais jovens; a tradicional, mostrando todo o encanto do Natal; a de praia, com elementos do mar; e a brasileira, bem colorida e tropical.

Profissionais da cidade montaram as decorações mostrando que é possível aproveitar o que já tem em casa, com toques de enfeites novos para composição da mesa, deixando-a mais aprazível ao paladar e aos olhos. Para ornar uma mesa mais moderna, é interessante explorar a beleza de tons neutros com peças que todos têm em casa, como uma louça, flores e talheres bonitos, sugere a arquiteta Gislaine Garonce. “O diferencial está em ousar nas escolhas decorativas e levar para a ocasião elementos que vão se encaixar na proposta, evitando o excesso de informação”, diz.

Mesmo que o Natal tenha cores e modelos tradicionais, podemos explorar possibilidades diferenciadas para receber bem, não só durante as festas de fim de ano, mas também em outras ocasiões especiais, afirma o arquiteto Roberto Carril. “Decorações que fogem do lugar-comum, principalmente em épocas festivas, possibilitam uma ambientação mais exclusiva e personalizada, que abrange o lúdico, os sonhos.” De acordo com Monya Jarjour, toda a composição da decoração deve ser bem pensada, tanto no estilo das peças quanto nas cores de cada item. “É muito importante a harmonia entre cores e estilos, para deixar a mesa bela e leve”, diz.
 
 (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Tradicional e chique
 
A decoradora Monya Jarjour sabe o quanto uma mesa bem posta faz diferença. Na produção da decoração tradicional, Monya escolheu o vermelho, o verde e o dourado. Nos sousplats, um patchwork de flores natalinas demonstra personalidade nos detalhes, guardanapos de linho foil, em tom dourado com um leve brilho, e as aplicações em renda guipir, que deixam os guardanapos ainda mais sofisticados. Os porta-guardanapos em laços de fita verde e dourado dão acabamento à decoração. As taças de cristal foram compostas em tom de verde e transparentes. Faqueiro em prata, louças brancas e castiçais dourados com detalhes em pérolas e velas com flocos de neve. O arranjo de centro de mesa é bem típico do Natal, com um ramo de folhagem dourada, pinhas naturais e pássaros dourados. Sousplats, guardanapos e fitas são da Estampa de Mesa. Os demais, do acervo pessoal. 
 
 (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Rústica, com charme

Para criar um aspecto rústico à mesa, a decoradora Antonia Palhares, da Table Parfaite, trouxe as cores tradicionais do Natal – vermelho, verde e dourado – com elementos rústicos, como a mesa em madeira, os sousplats e os porta-guardanapos feitos em fibra natural, em tom bege, além de muitas velas para simbolizar a luz e a transformação do Natal. Para deixar a composição mais elegante, louça portuguesa na cor amarela, taças transparentes e vermelhas e um arranjo natural verde, conhecido como “tostão”, que muitos têm em casa. Os artigos usados são do acervo pessoal e da Table Parfaite: sousplats, porta-guardanapos, louças e taças.


 (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Moderna e muito clean

Tendo como ponto de partida a toalha de mesa, a arquiteta Gislaine Garonce assina a produção que pode ser utilizada nas festividades de fim de ano. As cores ou pontos de cor são ideais para compor uma ambientação clean. Na composição, Gislaine utilizou uma peça em vidro, transformada em um delicado vaso para abrigar um buquê de flores vermelhas secas. Nos dois lados da mesa quadrada, vasos de orquídeas brancas foram as eleitas. Nos castiçais de vidro, ela colocou velas que promovem a atmosfera natalina. Os tons cinza e prata complementam essa magia nos detalhes de velas, porta-guardanapos e guardanapo de tecido, trazendo sofisticação à mesa. O enfeite com a palavra “dream” ornamenta o centro da mesa, para lembrar aos convidados que um novo ano se inicia com grandes expectativas. Todas as peças são do acervo pessoal.

 (Vinicius Santa Rosa/Esp. Encontro/DA Press)
Inspiração tropical

O arquiteto Roberto Carril fez escolhas que homenageiam tudo o que o Brasil tem de melhor. O verde das florestas, o amarelo das frutas e ainda a beleza da cultura brasileira proporcionam uma decoração diferente e, ao mesmo tempo, conceitual. Foram privilegiadas as cores em uma criação harmônica e equilibrada de elementos ousados e tradicionais. A base neutra, presente na mesa e na prataria, deu lugar a uma complementação mais abrangente e vibrante. Para fazer a composição da mesa tropical, o arquiteto utilizou sousplats, louças, talheres, porta-guardanapos e taças na cor cinza, da Mais Design. Carril fez uso de mesa, cadeiras, vaso central e pássaros da loja Tidelli. Já os acessórios, como as taças na cor verde e os guardanapos de tecido, são da Tok&Stok.

 (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Com ares praianos

Para quem deseja produzir uma mesa com ares litorâneos, Fabiani Christine apresenta sua seleção. Pensando numa mulher moderna, que, apesar de não ter tempo, possui consciência ecológica, ela optou por uma mesa de vidro, galhos secos e bolas prateadas, que remetem ao Natal, além de conchas pintadas de azul com spray. Nos detalhes da mesa, os guardanapos, sousplats, talheres e taças estão em tons de azul, branco e prata. Os guardanapos em linho branco têm tudo a ver com a praia, trazendo à mesa um ar rústico e, ao mesmo tempo, sofisticado. As taças, os talheres e as louças são de cristal Christofle, com sousplats de prata. Para realçar o estilo praiano, ela apostou em macarons personalizados em formato de concha, da Nanda Amaral, proporcionando charme e originalidade. Para valorizar a mesa, foram utilizados dois vasos indianos de alumínio batido. Todos os objetos fazem parte do acervo pessoal. 
COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 59 | novembro de 2017