..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

PET | Redes sociais »

Os reis do Instagram

Eles têm perfis com muitas fotos do dia a dia e milhares de seguidores %u2014 alguns chegam perto dos 20 mil. Conheça alguns cachorrinhos de Brasília que fazem o maior sucesso nas redes

Paloma Oliveto - Publicação:07/03/2017 10:16Atualização:07/03/2017 11:35

Danielle Wolff com sua maltês Brisa: em apenas 10 meses a conta da cachorrinha já atraiu mais de 18 mil seguidores  (Raimundo Sampaio/Esp.Encontro/DA Press)
Danielle Wolff com sua maltês Brisa: em apenas 10 meses a conta da cachorrinha já atraiu mais de 18 mil seguidores
Eles não precisam fazer novela, postar vídeos no YouTube ou sair em revistas de fofoca para aparecer. Dispensando assessores e marqueteiros, cachorrinhos de Brasília são sucesso nas redes sociais pelo simples fato de serem muito fofos. No Instagram, a plataforma preferida dos tutores, por ser voltada à divulgação de imagens, alguns cães conquistaram mais de 10 mil seguidores não só da cidade, mas de todo o país. O segredo do sucesso: fotos e vídeos do dia a dia desses “astros e estrelas”, acompanhados de legendas bem-humoradas e muita interação com os seguidores.


“Autodefinida” digital influencer e blogueirinha, a maltês Brisa Wolff atraiu 18,3 mil admiradores em apenas 10 meses de conta no Instagram (@brisa.wolff). Uma vez ao dia, a tutora da cachorrinha, Danielle Wolff Bomtempo, posta uma foto. “Prefiro imagens do dia a dia dela, mais naturais e simples, e mais próximas à realidade de quem a acompanha”, diz.

 

Com pinta de modelo, Brisa adora posar para as câmeras, muitas vezes, acompanhada de “amigos” e do “irmão” Chico, da mesma raça. No perfil, os seguidores podem ver a maltês nos muitos passeios que faz pela cidade – ao ar livre ou nos shopping centers, onde costuma desfilar em um carrinho apropriado. “A melhor resposta da conta dela foram as amizades criadas. A interação com todas as mãezinhas de cachorros que, assim como eu, são apaixonadas por seus filhos de quatro patas”, garante Danielle. As amizades Brasil afora também são destacadas pela fotógrafa Paula Leon, que mantém a conta @cookieemilk, de seus quatro cãezinhos: a yorkshire Cookie e os sem raça definida Milk, Canela e Muffin. No início, em 2013, o perfil era só de Cookie e não contava com postagens muito regulares. Por não atualizá-lo com frequência, Paula chegou a perder seguidores. Contudo, quando Milk chegou, em dezembro de 2015, ela passou a registrar a interação entre os dois cachorros. “Eu voltei com tudo. O Milk rende fotos muito engraçadas. As nove mais curtidas dele no ano passado foram do Milk comendo sapato ou cavando no quintal”, diz.

 

A fotógrafa Paula Leon, com três de seus quatro cachorros: Milk, panela e Muffin têm um perfil conjunto no Instagram (Ed Alves/CB/DA Press)
A fotógrafa Paula Leon, com três de seus quatro cachorros: Milk, panela e Muffin têm um perfil conjunto no Instagram
Quem acompanha a conta dos “irmãozinhos” viu, no ano passado, a trupe aumentar. Paula adotou Canela e pouco depois Muffin, que levaram ainda mais graça à casa dela. Com mais de 9 mil seguidores, no perfil são publicadas, em média, quatro fotos novas por dia. “Dá um trabalho miserável”, diz a fotógrafa, que muitas vezes coloca acessórios fofíssimos nos modelos, como perucas e fantasias, para registrar as imagens.

 

Muitas das amizades feitas no mundo virtual se transpuseram para o real. Quando ainda estava apenas com Cookie e Milk, Paula viajou com eles para São Paulo e foi parando no caminho para conhecer outros cães que interagem com a dupla no Instagram. Fizeram pit stop em Uberlândia (MG) e em Santos (SP), além de promoverem encontros na capital paulista.

 

A estudante Dayane Siqueira ficou surpresa com o sucesso da conta de Chico Bento (@chicobento.golden), um simpático golden retriever que tem 14,3 mil admiradores. O perfil surgiu sem grandes expectativas, há um ano e cinco meses. “Eu lotava minhas redes sociais com fotos do Chico, aí acabou que resolvi fazer um só dele. Comecei seguindo bastantes goldens, porque sou apaixonada pela raça, e fui fazendo amigos de vários estados. Já fui ao Rio de Janeiro encontrar tutores e seus cachorros que nos seguem e nós os seguimos”, diz. Todos os dias, Dayane posta pelo menos uma foto do cão e, como agora o Instagram permite a publicação de vídeos, no estilo do Snapchat, os amigos de Chico podem vê-lo em ação duas vezes diariamente.

 

O golden Chico Bento, que já está há mais de um ano nas redes: sua dona, Dayane Siqueira, ficou surpresa com a repercussão da conta que criou para ele (Raimundo Sampaio/Esp.Encontro/DA Press)
O golden Chico Bento, que já está há mais de um ano nas redes: sua dona, Dayane Siqueira, ficou surpresa com a repercussão da conta que criou para ele
A vendedora Raniérica Assunção, tutora do shi-tzu Thor (@assuncao_thor), procura interagir bastante com os seguidores, que sempre deixam muitos comentários nas fotos do cãozinho. “Além de as fotos dele serem muito fofas, a interação com seguidores acaba chamando outros e com isso ele foi ficando famoso”, diz sobre o sucesso de Thor, que tem mais de 10 mil seguidores no Instagram.

 

“É legal compartilhar as fotos e o dia a dia com pessoas que vivem a mesma experiência. Só que o mais legal mesmo são as amizades e as histórias que temos para contar, fora os eventos pet de que participamos”, afirma. Geralmente, ela posta uma foto por dia, mas, quando o shi-tzu foge da câmera, ela não insiste. “Respeito e vou postando. Assim que ele está tranquilo e consigo uma foto fofa, acabo postando mais de uma”, conta.

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 54 | Junho de 2017