..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

COLUNA »

Papo de garagem

Fábio Doyle - Publicação:16/03/2017 09:00Atualização:15/03/2017 12:32
MÁXIMA DE 347 KM/H
Equipado com motor V6 de 3,5 litros EcoBoost com potência de 656 cv, o novo Ford GT tornou-se o veículo de série mais rápido já produzido pela marca, com a velocidade máxima de 347 km/h. Nos testes de desenvolvimento realizados no Calabogie Motorsports Park (com extensão de 5,05 km), no Canadá, o Ford GT superou a McLaren 675LT e a Ferrari 458 Speciale. Todos os carros foram preparados em condições idênticas, com fluidos e pneus novos, ajuste ótimo de suspensão e o mesmo piloto. Vejam os números dos tempos de cada um: Ford GT - 2:09,8 min; McLaren 675LT - 2:10,8 min; Ferrari 458 Speciale - 2:12,9 min.
 (Divulgação)


BMW PASSA AUDI

Cada vez mais acirrada, a disputa entre as marcas de luxo em 2016 mostrou troca de posições na liderança. Depois de diversas alternâncias na primeira posição, a BMW conseguiu tirar o “reinado” de um ano da Audi e sagrou-se a campeã em vendas no Brasil. A vantagem, no entanto, foi bem pequena. A BMW registrou 11.857 emplacamentos de janeiro a dezembro, ante os 11.599 da Audi e os 11.301 da Mercedes-Benz. Quarta colocada, a Land Rover vendeu 6.688 veículos. A Volvo fechou o “top 5”, com 3.456 unidades comercializadas. O modelo mais vendido entre as marcas de luxo, no entanto, foi o Mercedes-Benz Classe C.
 (Arte/Encontro)
 
DUAS ESTRELAS
O instituto independente de segurança automotiva Euro NCAP iniciou seus testes em 2017 com elogios e cinco estrelas (nota máxima) aos Volvos S90 e V90, lançados no ano passado. Em contraste, o Ford Mustang obteve apenas duas estrelas nas avaliações de segurança geral, com alertas em relação à proteção de ocupantes e uma nota de preocupação pela ausência de equipamentos comumente disponíveis para o mercado europeu. Os resultados revelam, segundo o instituto, “o ‘DNA’ americano do Mustang, que foi projetado para ter bons resultados nos menos abrangentes testes dos EUA”. A versão para a Europa passou apenas por pequenas atualizações para atender as regras europeias de segurança do pedestre e teve o sistema de aviso de colisão dianteira eliminado, revelou o Euro NCAP. Diante desse resultado, a Ford informou que no final do ano o Mustang passará por uma “plástica” que incluirá os sistemas de anticolisão e assistência de faixa na lista de itens de série. No final do ano passado a Ford anunciou que vai importar o Mustang para o Brasil a partir de 2018.
 (Divulgação)


KICKS LOCAL

A Nissan entrou em 2017 focada no início da produção do SUV Kicks em sua unidade industrial em Resende (RJ). O projeto deve ter operação iniciada ainda no primeiro semestre deste ano para venda em toda a América Latina. As primeiras unidades de teste foram finalizadas em janeiro e entregues a executivos da companhia. A fábrica produz hoje os modelos March e Versa. A comercialização do Nissan Kicks, fabricado atualmente no México, foi iniciada mundialmente no Brasil, seguindo depois para outros mercados da América Latina, com previsão de lançamento em mais de 80 países. No ranking de emplacamentos dos SUVs em 2016, o Kicks terminou o ano em sétimo lugar no mercado brasileiro, com 10.709 unidades.
 (Divulgação)


PARTICULARES ABANDONADOS
Caminha a passos largos o abandono dos carros particulares, que dão lugar à mobilidade compartilhada. Vem da cidade alemã de Stuttgart, que é também a sede da Daimler, a notícia de que em 2016 o sistema de automóveis compartilhados car2go, uma iniciativa da fabricante alemã, registrou aumento de 21% nos aluguéis de sua frota. O número de clientes cresceu 43%, atingindo 2,2 milhões de usuários. As cidades com os maiores crescimentos foram Madri, Berlim e Vancouver. Um car2go é alugado no mundo a cada 1,4 segundo e Berlim continua sendo a cidade com a maior frota e 175 mil clientes.
 (Divulgação)

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 57 | Setembro de 2017