..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

COLUNA »

Papo de garagem

Fábio Doyle - Publicação:04/05/2017 10:46Atualização:04/05/2017 10:50

MEIA TONELADA MAIS LEVE

 

A Land Rover começou a pré-venda do novo Discovery no Brasil. O modelo entrou em sua quinta geração e vem em quatro versões, com motor turbo diesel de 258 cv e preço inicial de 363 mil reais. As entregas ocorrem em junho. A rede também aceita pedidos para versões 3.0 V6 a gasolina de 340 cv, mas estas não têm preços definidos e virão em pequena quantidade, já que o diesel responde por mais de 90% da demanda desse modelo no país. O Discovery 5 ficou 480 quilos mais leve que a geração anterior, o Discovery 4. Consequência do uso intensivo de alumínio. A versão mais completa, First Edition, vem em um lote de 50 unidades com preço sugerido de 469 mil reais.

 (Nick Dimbleby/Divulgação)

 

APOSTA EM SUV/CROSSOVER

 

Em continuidade à expansão das bem-sucedidas vendas do Mercado de SUV/crossover, a Audi confirmou que vai lançar o Q4 em 2019. O cupê com estilo SUV/crossover tem por alvo enfrentar concorrentes como o X2, que a BMW deverá lançar em breve, e o Range Rover Evoque. Uma amostra de como será o Q4 foi apresentada há três anos, quando a marca alemã revelou estudo conceito de uma possível versão off road do esportivo TT. O Q4 entrará como modelo nicho posicionado entre o Q3 e o Q5.

 (Divulgação)

 

COROLLA MANTÉM MOTOR

 

O sedã mais procurado do mercado já está em 2018. A Toyota lançou a nova edição do Corolla, que chega com inovações em design, suspensão, itens de segurança, entre outras. Os preços variam de 90.990 a 114.998 reais. XEi, versão mais vendida, que custava 96.990 reais, passa a 99.990 reais. Havia expectativa de que o modelo recebesse nova motorização, menor e turboalimentada, como tem sido a tendência, mas a marca japonesa preferiu manter o 1.8 e 2.0 já conhecidos. A justificativa é de que são propulsores consolidados e bem aceitos pelos consumidores brasileiros e que uma eventual evolução tecnológica representaria maiores custos que refletiriam no preço final. Para tentar fugir da imagem de sedã muito conservador e atrair o interesse dos mais jovens, o Corolla tem a versão XRS, com soluções visuais de maior esportividade, ao preço de 108.990 reais.

 (Luiz Luna/Divulgação  )

 

BOA VISÃO

 

Evitar acidentes e aumentar a segurança no trânsito são talvez os maiores desafios de todos os setores envolvidos com a mobilidade no mundo. Pensando na atenção, rapidez de reflexos e visibilidade de quem dirige um carro, o grupo alemão Zeiss, com ampla experiência no desenvolvimento de lentes e soluções ópticas, apresenta a lente DriveSafe, voltada também para contribuir com a segurança no trânsito urbano e rodoviário. Para quem dirige e tem necessidade de óculos corretivos, as lentes DriveSafe proporcionam não apenas maior rapidez no reflexo visual, como também ampliam o ângulo de visão, otimizam o foco e reduzem os reflexos de luzes, faróis e luminosidade que normalmente interferem e diminuem a visibilidade de quem está ao volante. Os preços das lentes para direção segura variam de 2.150 a 5.950 reais, dependendo do grau indicado pelo oftalmologista e de outras variáveis, como o tipo de revestimento e do interesse ou não pela lente que escurece na presença de luz.

 

 

PREPARANDO TERRENO

 

Uma atualizada Frontier foi a novidade da Nissan do mês de março. A picape média tem como principais novidades suspensão traseira multilink (a única nessa faixa que aposentou o feixe de molas, segundo Juhame Sigel, coordenador de engenharia); motor 2.3 L 16 válvulas, biturbo diesel com 190 cv; e câmbio de sete velocidades automático. O preço sugerido é de 166.700 reais. A marca japonesa ainda não pode ter pretensões de crescer em vendas porque a Frontier é importada do México, o que reduz as possibilidades de ofertas para o mercado brasileiro, lembra Alan Ponce, gerente de produto. Em 2018, ela passa a ser produzida na Argentina, quando então surgirão novas versões, motores a gasolina e flex e escala para crescer no país. No ano passado, as vendas no Brasil chegaram a 3 mil unidades. Em tempo, a marca acaba de anunciar novo presidente. Entra Marco Silva e sai François Dossa.

 (Pedro Danthas/Divulgação )

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 57 | Setembro de 2017